Marcelo Harada, ex-integrante do “Pânico”, é preso acusado de pornografia infantil

Humorista pagou fiança de R$ 1.000, mas ainda responderá ao processo

Por: Redação Metropolitana | 18 maio - 10:03 AM | comentários

Marcelo Harada, que já fez o “japonês” do “Programa Pânico” e atualmente é do elenco do “Programa do Ratinho”, do SBT, foi detido nesta quinta-feira (17), acusado de armazenar conteúdo pornográfico infantil. O humorista nega as acusações

Segundo o “Portal R7”, na casa de Marcelo foram encontrados HDs externos com fotografias de pornografia infantil. Após pagar uma fiança de R$ 1.000, Harada foi liberado, mas ele ainda terá que responder ao processo na Justiça.

De acordo com a delegada e diretora do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), Elisabete Sato, o crime do humorista é afiançável, pois ele só armazenava e não compartilhava ou produzia o conteúdo pornográfico.

Ao ser liberado, Marcelo foi às redes sociais para se defender das acusações; assista abaixo:

Publicado por Marcelo Eiji Harada em Quinta-feira, 17 de maio de 2018

 

Deixe seu comentário