Leo Dias fala pela primeira vez sobre tratamento contra cocaína: “Eu não conseguia andar”

Segundo o colunista, o tratamento custa cerca de R$ 8.5 mil por cada semana de internação

Por: João Paulo Soares | 02 outubro - 8:54 AM | comentários

Depois de se afastar das telinhas para tratar um vício em cocaína, Léo Dias, do “Fofocalizando”, abriu o jogo e falou pela primeira sobre o tratamento para conter a dependência química. O bate-papo descontraído foi para o canal de vídeos da youtuber Antônia Fontenelle.

“Eu não conseguia andar, tremia os braços, via raios de luz e dormia quase o tempo todo. Quando eu me internei, o meu medo era só um: de voltar com a cabeça zoada. Porque eu sei que o meu grande diferencial é o cérebro”, afirmou.

Foto: Reprodução

“É uma internação completamente diferente. Para você ter uma ideia, a ANVISA não autoriza ter restaurantes dentro da clínica. Então, fica de portas abertas o dia inteiro (…) quando você tem consciência de que está doente e precisa se cuidar, aí você vai para essa clínica. Estou em tratamento, mas meu tratamento não é dentro de uma clínica agora. Vou voltar quando sentir vontade de usar cocaína de novo”, contou ele.

Foto: Reprodução

Leo Dias retorna ao “Fofocalizando” após sair da reabilitação

O colunista também explicou que o tratamento está sendo feito com um medicamento extremamente forte. “Durante essa semana a gente recebe doses diárias de ibogaína, mas tem um dia que você recebe uma dose mais forte. Tremia muito, braços pernas e tudo. Na minha visão eu via uns flashs, raios”, disse ele.

Léo Dias revelou que agora não está bebendo e nem fumando, e confessou que seu vício começou na Austrália. “Lá, é droga de elite”, garantiu.

Deixe seu comentário