Kim Kardashian foi mencionada em investigação de compra ilegal de estátua de R$ 4 milhões

A socialite teria feito a compra do objeto através de um negociante de arte belga

Por: Larissa Placca | 05 maio - 20:55

A socialite americana Kim Kardashian foi citada pelo governo dos Estados Unidos em um processo de compra ilegal de uma estátua da Roma Antiga.

O governo da Itália foi quem entrou com a ação judicial no tribunal federal Los Angeles, na Califórnia, na semana passada. De acordo com autoridades, a estrela teria adquirido a arte em 2016.

A socialite americana Kim Kardashian

A socialite americana Kim Kardashian; Foto: Reprodução

Quando o objeto foi apreendido no aeroporto, ele estaria a caminho da casa da estrela. Kim teria feito a compra da estátua através de um negociante de arte belga.

Axel Vervoordt, design de interiores de Kim, responsável pela aquisição e decoração da mansão, também foi citado no processo.

A estátua é rara, em pedra calcária, formando a silhueta de uma mulher da cintura para baixo. Nomeada, “Fragmento de Atena Samiana de Myron, Pedra calcária, Romana, século 1 – 2 DC”, a estatúa estaria avaliada em US$ 745.882 (aproximadamente R$ 4 milhões de reais).

“Kim nunca comprou esta peça e esta é a primeira vez que ela sabe de sua existência. Acreditamos que possa ter sido comprada em seu nome sem autorização e, como nunca foi recebida, ela desconhecia a transação. Encorajamos uma investigação e esperamos que seja devolvida aos legítimos proprietários”, alegou assessoria da estrela pelo Daily Mail.

LEIA MAIS SOBRE AS KARDASHIANS

Bem à vontade, Kim Kardashian curte dia de sol e boa forma chama atenção: “Esplendida”

Em mudança radical, Kim Kardashian aparece loira e com sobrancelha descolorida: “Eu gostei”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você