Kéfera Buchmann é acusada de plágio em marca de roupas: “É domínio público”

Moletom se assemelha a peça vendida pelo Moco Museum, que afirmou que tomará providências

Por: Karen Ramos | 31 agosto - 13:17

Kéfera Buchmann está sendo acusada de plágio por internautas, que notaram semelhanças do moletom lançado por sua loja online, Komfive, com um modelo disponível no site do Moco Museum, de Amsterdam.

A peça tem a frase “In arte we trust” (“Nó confiamos na arte”), vendido por R$ 240. No site do museu holandês, o moletom semelhante custa 49,50 euros, equivalente a cerca de R$ 300. Segundo a coluna de Leo Dias, usuários do Twitter também apontam que os comentários sobre o plágio nas publicações da marca estão sendo deletados.

Em nota, a equipe da influenciadora afirmou que “a frase usada (no moletom) é de domínio público, não há registro de licença para uso exclusivo, por isso ela é utilizada por diversas outras marcas em casacos, camisetas, blusas, quadros, xícaras e outros produtos similares”. Além disso, a assessoria de Kéfera afirma que a frase já foi usada como título de um livro dos anos 1980, e de um documentário lançado em 2016.

Foto: Reprodução

Conforme o colunista, o museu tomou conhecimento do fato e disse que tomará providências: “Fomos informados sobre o plágio e atualmente estamos revisando a situação”, disse a assessoria de imprensa do museu holandês.

Recentemente, Kéfera afirmou, em um desabafo sobre a sua saúde mental em suas redes sociais, que chegou ao limite da exaustão. “A vida vai acontecendo e às vezes nos atropela. Não dá tempo de processar as coisas como a gente gostaria”, disse Kéfera.

LEIA MAIS:

Antonela Avellaneda é abandonada pelo marido após polêmica com Pyong Lee: “Me deixou”

Após problemas na conexão, Narcisa fala sozinha durante live com Maitê Proença e vira meme

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:


Inscreva-se no BOMBOU!

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você