Justiça proíbe Thyane Dantas de buscar filho de Safadão na escola

Além disso, pagará uma pensão quatro vezes mais que a anterior

Por: Alefy Soares | 27 julho - 6:01 PM | comentários

Atualização (19:43):

A assessoria de Wesley Safadão entrou em contato com a Metropolitana e desmentiu o boato. A justiça não citou em momento algum o nome de Thyane Dantas.

Mais detalhes sobre a nota, clique neste link. 

 

Durante julgamento na tarde desta sexta-feira (27), a justiça determinou que Wesley Safadão terá que pagar 40 salários mínimos ao seu filho, Yhudy. Além disso, a sua atual esposa, Thyane Dantas, está proibida de buscar o pequeno, filho de Mileide Mihale, na escola.

Bruna Marquezine se recusa a dançar durante show de Wesley Safadão em casamento

A criança terá direito ainda a uma viagem internacional anual com a mãe, em primeira classe. Antes, Safadão pagava cerca de de R$ 9 mil mensais, e agora, terá que desembolsar quase R$ 40 mil por mês.

Até o fechamento desta matéria, tanto Wesley quanto Thyane não se pronunciaram oficialmente sobre o caso.

O nome da esposa de Safadão se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter:

Mileide Mihaile rebate acusações de Léo Dias sobre polêmica com Safadão

Viajando com o filho, Yhudy, de seu relacionamento com Wesley Safadão, Mileide Mihaile usou as redes sociais para rebater algumas críticas que o colunista Leo Dias fez sobre ela durante o programa “Fofocalizando”, do SBT.

Durante o programa, o jornalista afirmou que ela era casada quando conheceu o cantor e disparou: “Se um não presta, o outro nem tão pouco”.

No Instagram, Mileide respondeu: “É o que, menino? Tu tais a brincar com minha honra de mulher, é isso?[…]Meu Deus, quanta sujeira! Que Deus tenha piedade do meu filho nesse meio”.

Leo Dias também resolveu rebater o comentário da digital influencer. Ele compartilhou um print do comentário e disparou: “Sra Mileide, quando a senhora conheceu o senhor Wesley a senhora era casada sim, segundo o próprio. Eu tenho como provar. Se quiser, podemos levar esta questão para a Justiça. Tudo gravado, tudo documentado”.

Deixe seu comentário