Juju Salimeni relembra época como panicat no ‘Pânico’ e choca web: “Abuso sexual muitas passaram”

A modelo comentou sobre o assunto em entrevista ao podcast de Joel Jota

Por: Laís Silva | 14 setembro - 15:52

Em entrevista ao podcast de Joel Jota, Juju Salimeni abriu o jogo sobre sua antiga profissão como ‘panicat’, no programa ‘Pânico’. Na ocasião, a modelo afirmou que ela e as colegas de trabalho enfrentaram assédio diversas vezes, seja ele moral, sexual e psicológico.

“Acho que abuso sexual, muitas mulheres passaram. Abuso psicológico eu arrisco a te falar que 100%. Pouquíssimas não passaram. Hoje eu reconheço. Classifico o que eu passei no Pânico como abuso total. Era assédio moral, por você estar ali sendo humilhada. Tem jeitos e jeito de brincar. Hoje as mulheres conquistaram um espaço maior e respeito. Hoje é inadmissível tratar uma mulher do jeito que eles tratavam. Era um assédio moral o tempo inteiro”, contou.

Em seguida, a musa fitness revelou o valor de alguns de seus cachês e rebateu os comentários que ouvia na época, sobre provavelmente ter feito programa: “Acha que se oferecer qualquer coisa, ela [panicat] vai, que vive disse. Mal sabe o povo o tanto que a gente trabalhava. As pessoas pagavam, pode não ser muita coisa para uma atriz, mas dez mil reais para você ficar uma hora numa festa. Você acha que a menina precisa fazer programa? A gente fazia esses eventos de segunda a segunda. Eu não tinha agenda. Era balada, academia, inauguração de salão de beleza. Não faltava”, esclareceu.

Confira a entrevista completa:

Recentemente,

LEIA TAMBÉM:

Biel é convidado a se retirar de restaurante e se revolta com motivo: “Qual a diferença?”

Raissa Barbosa declara torcida contra participante do paiol em ‘A Fazenda’: “Ignorância”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:


Inscreva-se no BOMBOU!

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você