Internauta critica cabelo de Bruna Marquezine e atriz rebate: “Só a minha opinião importa”

A atriz não gostou do comentário e soltou o verbo

Por: Alefy Soares | 09 abril - 16:19

Bruna Marquezine, que sempre está atenta aos comentários em suas redes sociais, divulgou o seu novo corte de cabelo mas se irritou com a crítica de um seguidor.

“Alguém avisa a fada Bru Marquezine que ela não combina com cabelo curto. Fica sem graça e desproporcional para o corpo. Conseguiu ficar feia”, afirmou um seguidor. Em seguida, a atriz rebateu: “Você já avisou. Mas ela não concorda e está amando ter curto, e só a opinião dela importa”.

A resposta da celebridade contou com mais de 6 mil curtidas em apenas 4 horas.

Foto: Reprodução/Instagram

Os fãs ainda resolveram defender a celebridade nos comentários: “Alguém avisa a fada Bru Marquezine que ela combina demais com cabelo curto. Fica supeeeer cheio de graça,leve e super proporcional para o corpo muito mais Muito escultural que ela tem. conseguiu ficar ainda mais linda com esse “cabelinho”. Ass: Verdade esse bilhete!”, escreveu uma. “Alguém avisa a Bru Marquezine que ela está um arraso de mulher com o cabelo curto”, apontou outra.

Após ser chamada de “marrenta”, Bruna Marquezine bate boca

Na tarde destas quinta-feira (04), Bruna Marquezine se irritou nas redes sociais ao ser chamada de “marrenta” e “blogueira” por uma seguidora do Twitter. A atriz resolveu rebater o comentários, mas o apagou posteriormente.

“Não é marra e nem desleixo. São momentos, desejos e visões diferentes que precisam ser respeitados. Não tem certo e nem errado, não tem melhor nem pior. Seja mais amável e pratique mais sua empatia. Você não conhece a minha verdade e não sabe o que planejo pra minha carreira”, respondeu Bruna.

Imagem: Twitter

Em seguida, o mesmo perfil escreveu: “Claro que sabemos, blogueira”. Revoltada, Bruna rebateu: E seu eu quisesse me tornar uma blogueira? Qual seria o problema?”.

Após toda a discussão, Bruna Marquezine apagou todas as respostas e não voltou a se pronunciar sobre o caso.

Deixe seu comentário