Ingrid Guimarães culpa negacionismo pela morte de Paulo Gustavo

A atriz fez um desabafo em seu Instagram

Por: Marina Correa de Genaro | 10 maio - 15:38

Nesta segunda-feira (10), Ingrid Guimarães usou um trecho da entrevista da mãe de Paulo Gustavo, Dona Déa, ao Fantástico, para fazer um desabafo em suas redes sociais sobre a morte do amigo.

A atriz culpou o negacionismo e a descredibilidade da ciência pela morte do humorista, que faleceu devido complicações da Covid-19.

“Paulo Gustavo já era pra estar vacinado. Há 9 meses quando 70 milhões de vacinas foram rejeitadas. Quando a ciência foi descredibilizada. Quando a doença foi minimizada. Muitas mortes teriam sido evitadas”, escreveu na legenda.

“Paulo Gustavo deu uma cara pra morte, mas ela já estava aí nos hospitais públicos sem direito a Ecmo, nem tratamento especial. Ele catalisou a dor coletiva, porque o humor tem esse poder”, completou.

A atriz também reforçou que o ator não possuía comorbidades: “Nem aglomerou, era bem cuidadoso. Sim, parte da graça do Brasil se foi, pelo negacionismo de um país que tem talento pra alegria. Ou tinha. Não pode ser em vão. Não pode”.

MAIS SOBRE PAULO GUSTAVO

Missa de 7º Dia de Paulo Gustavo será transmitida ao vivo e fãs se emocionam: “Ele merece”

São Clemente irá homenagear Paulo Gustavo no Carnaval do Rio em 2022

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você