Gisele Bündchen desabafa sobre silicone nos seios: “Não ficou como eu imaginava”

A modelo contou detalhes de sua vida no livro "Aprendizados: minha caminhada para uma vida com mais significado"

Por: Alefy Soares | 08 novembro - 8:05 PM | comentários

A biografia de Gisele Bündchen está deixando os fãs emocionados, principalmente em um dos capítulos do qual a modelo diz que ficou extremamente deprimida ao colocar silicone. A celebridade explicou que só fez a cirurgia por pressão das pessoas que insistiam em dizer que os seus seios eram pequenos demais.

“Quando chegava para fazer um trabalho, algumas pessoas faziam comentários, direta ou indiretamente. ‘O que aconteceu com seus peitos?’, diziam, ou ‘Seus seios ficaram tão pequenos!’. Alguns até sugeriam que eu colocasse um tipo de enchimento de silicone no meu sutiã”, escreveu.

Gisele Bündchen publica selfie deslumbrante mas detalhe bizarro chama atenção

“Sentia que, de alguma forma, não conseguia mais corresponder às expectativas dos outros e dar o meu melhor. Ainda assim, era impossível voltar a ter o corpo de antes de ser mãe”, continuou.

Foto: Reprodução/Instagram

“Pensei assim: se der uma turbinada no peito, ninguém mais vai fazer esses comentários, e tudo vai ser como antes. Escolhi confiar no meu cirurgião, acreditando que ele sabia o que era melhor para mim… Quando a cirurgia acabou, não conseguia mais reconhecer meu corpo. Não ficou como eu imaginava. Fiquei incomodada e deprimida. Por que eu tinha feito aquilo comigo?… O aprendizado aqui é: ouça a sua voz interior em primeiro lugar, para ter clareza sobre o que você realmente quer, antes de tomar decisões importantes”, finalizou.

Gisele Bündchen diz que sofreu bullying

Gisele Bündchen desabafou em sua autobiografia “Aprendizados: Minha Caminhada Para Uma Vida Com Mais Significado”, sobre o bullying que sofreu no começo de sua carreira como modelo. A celebridade internacional disse que as pessoas não fazem ideia do que ela passou na infância e adolescência.

“A menina de cabelo ruivo, o menino com sardas e, no meu caso, a magricela alta e desengonçada. Eles deveriam estar infelizes ou insatisfeitos com sua própria vida. Poderiam também estar projetando sua mágoa e seu sofrimento em mim para se sentirem menos sozinhos com a própria dor”, analisou Gisele.

Foto: Reprodução/Instagram

O bullying sofrido fez a modelo mudar a visão que tinha do próprio corpo. Gisele deixou claro que se arrependeu de ter colocado silicone nos seios no momento em que a cirurgia acabou:  “Quando a cirurgia acabou, não conseguia mais reconhecer meu corpo. Não ficou como eu imaginava. Fiquei com raiva e deprimida. Eu tinha feito alguma coisa por mim, mas basicamente para tentar agradar os outros”.

Para não ficar pensando nas críticas que recebia, a modelo criou um espécie de autodefesa: “Aos 18 anos, numa tentativa de me proteger e evitar sofrer ou me sentir como um objeto, criei um escudo ao redor de mim mesma. O meu privado era Gisele, mas a modelo Gisele era ‘ela’. Uma personagem que criei para expressar a fantasia de um estilista”.

Deixe seu comentário