Giovanna Ewbank sobre o racismo: “Só fomos saber quando viramos pais de uma criança negra”

Em entrevista, a modelo também falou sobre maternidade e a filha, Titi.

Por: João Paulo Soares | 04 setembro - 1:50 PM | comentários

Giovanna Ewbank deu uma entrevista à revista 29Horas e falou sobre diversas questões, entre elas, o racismo. Infelizmente, Titi, a filha de Gioh com Bruno Gagliasso, já foi vítima de declarações racistas na internet. Desde então, essa virou uma bandeira defendida pelo casal.

“É a missão da nossa vida, que tentamos levar para as pessoas que não enxergam. A gente sempre soube que o racismo existia, mas não tínhamos a dimensão da crueldade que é o dia a dia do racismo. Só fomos saber quando viramos pais de uma criança negra, quando tomamos isso para nós. Quando você tem alguém próximo que sofre com esse crime, você começa a entender o quão pesado e presente é o racismo. A gente tenta mostrar como o racismo é uma questão de todos, não só dos negros, é de todo mundo”.

Giovanna Ewbank revela o desejo de aumentar a família: “Titi já pede um irmãozinho”

Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso adotaram a pequena Titi em 2015, após a modelo ir à Malawi, país da África Oriental, para realizar uma repórtagem para o programa “Domingão do Faustão”. Neste momento, a modelo se apaixonou pela pequena. “Foi quando eu soube que seria mãe”, ela diz.

Gioh continuou: “Sempre digo que eu era uma pessoa antes dessa viagem e virei outra depois. Hoje tenho outro pensamento em relação à vida. Não reclamo mais de certas coisas e dou valor à saúde, ao amor, à família, muito mais do que eu dava antes”, explica ela.

Deixe seu comentário