Gil Gomes, jornalista do “Aqui, Agora”, morre aos 78 anos

Repórter de crônica policial sofria de Parkinson e lutava contra um câncer no fígado

Por: João Paulo Soares | 16 outubro - 11:08 AM | comentários

Gil Gomes, ex-repórter do programa “Aqui, Agora”, do SBT, morreu na madrugada de terça-feira (16), em São Paulo, aos 78 anos. Na noite anterior, o jornalista havia passado mal em sua casa, no bairro Jardim da Saúde, e foi encaminhado para o hospital.

Foto: Reprodução

Segundo o portal UOL, Gil Gomes sofria de Parkinson e lutava contra um câncer no fígado. Ele foi socorrido por equipes do Samu e levado para o pronto-socorro. De acordo com a assessoria do centro médico, o jornalista morreu em decorrência do câncer.

Foto: Reprodução

Quem você é nos filmes de terror?

Cândido Gil Gomes Jr. nasceu na Mooca, bairro de imigrantes italianos de São Paulo, em 1940. Ele iniciou a carreira jornalística aos 18 anos, como locutor esportivo. Na época, não pensava em cobrir crimes. “Polícia sempre me cheirara a coisa de mundo cão”, disse em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, em 2008.

Na década de 1990 integrou a equipe do popular “Aqui, Agora”, do SBT. Gil Gomes continuou com a entonação de suspense que criou no rádio, acrescentando um gesto circular que fazia com a mão.

Deixe seu comentário