Fernanda Gentil se pronuncia após dizer que respeita “quem infelizmente é racista”

Opinião polêmica dela sobre beijo gay também repercutiu. Entenda o caso!

Por: Redação Metropolitana | 28 outubro - 13:02

Fernanda Gentil se tornou um dos assuntos mais comentados da internet neste domingo, 27. É que a apresentadora deu uma entrevista polêmica para a colunista Monica Bergamo, da “Folha de São Paulo”.

O que causou a polêmica na internet foi que, durante a entrevista, Fernanda Gentil disse que respeita “quem acha um crime o beijo gay” e “quem infelizmente é racista”. “Respeito quem acha um crime ter o beijo gay. Agora, não vai bater em quem beija, entende? [Respeito] Quem, infelizmente, é racista. Agora, vai discriminar, bater, matar por que é de outra cor? Aí não”, disse ela.

A declaração da jornalista repercutiu rapidamente. Nas redes sociais, muitas pessoas disseram que se decepcionaram com a opinião de Fernanda Gentil.

Ex-marido de Fernanda Gentil faz homenagem para jornalista: “Parceria e companheirismo”

Foto: Reprodução/Instagram.

No Instagram, Fernanda Gentil decidiu se pronunciar sobre o caso e publicou um longo texto de desabafo. “Ainda agora eu li que ‘falei’ sobre respeito à homofobia e ao racismo. No mínimo, me confundiu muito. E me deixou assustada. Mas vi que assustou muita gente também, então me aliviou, sinal de que concordamos sobre as coisas importantes, e discordamos de outras fundamentais. Pensamos parecido sobre muitos conceitos. E temos vários absurdos em comum”, começou o texto.

A jornalista também destacou que a conversa foi muito longa e, por isso, precisou ser editada. “O que aconteceu foi que eu falei por duas horas na entrevista, um papo bem sincero e legal, mas ele só cabe em uma página. Então frases, vírgulas e pontos são cortados, é normal. Uma ponta cola na outra e cria-se um novo contexto. E nesse novo contexto eu virei a dona de uma ideologia absurda”, disse.

Confira o pronunciamento na íntegra: