Ex-namorada de Eduardo Costa afirma que filha não é bem tratada na casa do cantor

Em entrevista, ela disse que não está pedindo um aumento no valor da pensão, mas sim alguns auxílios para a filha

Por: João Paulo Soares | 25 outubro - 11:46 AM | comentários

Ex-namorada de Eduardo Costa, Lília Araújo explicou sobre o processo judicial contra o cantor para reajustar a pensão da filha. Na quarta-feira (24), durante o programa da Sonia Abrão, ela disse que não está pedindo um aumento no valor, que é de aproximadamente R$ 9 mil reais, mas apenas alguns auxílios.

“Pra ficar tudo bem tranquilo, confortável pra ela e eu não ficar no sufoco, só queria um apartamento no nome dela, um carro decente pra viajar e a festa de aniversário dela”, disse ela. “Morar com ele é inviável porque ele é muito ausente. Acho desnecessário. Ela só é tratada bem na presença dele. Quando ele não está, ela não é tratada assim. Ela sempre reclama comigo porque, quando ele sai, o tratamento é diferente”, revelou a ex.

Foto: Reprodução/Instagram

Eduardo Costa rebate ex que o processou por reajuste de pensão: “Cria situações para exposição”

Segundo Lília, no passado, Eduardo Costa havia pedido que ela parasse de trabalhar, ficando apenas com os cuidados relacionados à menina. “Ele me mandou pedir as contas pra cuidar apenas dela e eu larguei. Mas um conselho que eu dou: mulher, não largue o trabalho por causa de homem. Ele não tem gratidão por ter largado faculdade e trabalho. Ele nem pediu, ele exigiu. Foram situações constrangedoras pra mim”, afirmou.

“Espero que Deus toque o coração de pai dele, que venha a ter mais amor, carinho e mais presença. Isso que eu to pleiteando é muito pequeno perto do que tem, graças a Deus. Pra a gente resolver isso pra ficar tudo em paz e tranquilo, porque ela é muito sensível. Não mimada, mas muito sensível”, terminou ela, mandando um recado ao cantor.

Deixe seu comentário