Ex-câmera do BBB diz que irá “desmascarar” Globo e Boninho: “Aguardem que vocês verão”

Emissora e diretor estão sofrendo uma ação trabalhista de pelo menos oito ex-câmeras de 'Big Brother Brasil'

Por: Karen Ramos | 06 outubro - 15:49

Globo e Boninho estão sofrendo uma ação trabalhista de pelo menos oito ex-câmeras de Big Brother Brasil, alegando assédio moral por parte do diretor. Um dos profissionais, contratado por uma empresa terceirizada, Washington Santos fez um vídeo em que confirma as acusações de que eram submetidos a grosserias e humilhações por parte do Big Boss.

“Vou desmascarar você, Rede Globo. Vamos ver quem está mentindo. Aguardem que vocês verão. Sou um dos autores do processo contra a Rede Globo, por diversos Amotivos: insalubridade no ambiente de trabalho, assédio moral, nós éramos submetidos a diversos bichos como aranhas e ratos, cobra, ouriço, gambá”, diz.

Além das acusações de assédio moral, o profissional também cita as condições de trabalho, como sujeira e fios desencapados.  “Todo esse luxo que vocês veem na televisão, nos bastidores não é assim que funciona”. Washington aponta que existem registros em vídeo para provar as acusações, mas a emissora rebateu alegando que o material pode ter sido manipulado. “É para dar um basta e tirar essa máscara porque ninguém tem coragem”, contou.

“Esse processo não é só por nós, mas por todos os profissionais que por ali passaram e que ainda trabalham nesse produto que é o BBB”, fala. Washington também aponta os constrangimentos: “De ser chutado, de ser posto para fora pelo braço, pelo próprio diretor geral, como eu fui retirado do Câmera Cross – como se chama o corredor envolta da casa… Retirado pelo braço pelo diretor geral, o senhor Boninho. Eu e outros colegas sofremos diversos tipos de assédio moral. Além disso, da falta de respeito com o profissional, nós também sabemos de muita coisa”, disse.

O ex-funcionário foi procurado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro para falar sobre o caso da estudante Aline Vargas, que abriu um boletim de ocorrência contra um produtor do BBB por assédio sexual na Delegacia da Mulher, no dia 23 de maio. “Eu tenho total certeza que ela sofreu, não tenho dúvidas. Até porque, se não tivesse sofrido, quatro funcionários e um com quase 30 anos de Rede Globo não teriam sido mandados embora”.

A emissora nega as acusações: “As alegações da inicial são completamente inverídicas. Os reclamantes jamais sofreram qualquer tipo de humilhação por parte do diretor e, muito menos, foram submetidos a condições de trabalho inóspitas. Enfim, a inicial é repleta de inverdades”, diz um trecho do documento, segundo o IG.

Recentemente, o diretor de Big Brother Brasil usou seu Instagram nesta terça-feira (5) para fazer uma revelação sobre a próxima edição do reality show, deixando os espectadores ainda mais ansiosos pelo início da atração, que terá estreia no início de 2022. Segundo ele, a vinheta do programa já possui um spoiler: “Fica ligado!”, disse.

LEIA MAIS:

A Fazenda 13: Sthe Matos revela quem expôs seu vídeo íntimo e acusado se pronuncia: “Tristeza”

Camila Pitanga assume namoro com professor de filosofia: “Amarelo é a cor mais quente”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:


Inscreva-se no BOMBOU!

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você