Ex-BBB Clara Aguilar volta a trabalhar com vídeos eróticos: “Me chama no privado”

A celebridade também falou quanto já faturou com os vídeos

Por: Alefy Soares | 24 julho - 18:39

A ex-participante do Big Brother Brasil 14, Clara Aguilar revelou que voltou à sua profissão que exercia antes de entrar no reality show: CamGirl. A celebridade atende clientes ao vivo em no site “Câmera Privê”.

Para revelar que estava de volta, Clara divulgou uma foto em seu Instagram em que aparece com a camiseta do site adulto: “Para bom entendedor, uma camiseta basta”, escreveu.

  • 1/3 Foto: Reprodução/Instagram
  • 2/3 Foto: Reprodução/Instagram
  • 3/3 Foto: Reprodução/Instagram

No site erótico, o seu perfil está nomeado como Skullblondie. “Sou CamGirl desde 2006, DJ desde 2012 e dona de um dos maiores canais sobre sexo do YouTube. Quer descobrir mais sobre a minha personalidade!? Me chama no chat privado ou exclusivo e vamos nos conhecer melhor”, diz a sua descrição.

Já no YouTube, Clara mantém um canal chamado “Diário de Uma Cam Girl”, ela revelou mais sobre o começou de sua carreira na área: “O dia mais feliz da Jéssica Summers [seu primeiro apelido como camgirl] foi quando ganhei US$ 500 em um só dia. Depois isso se tornou comum, eu conseguia 500 dólares fácil em um dia”, lembrou.

  • 1/3 Foto: Reprodução/Instagram
  • 2/3 Foto: Reprodução/Instagram
  • 3/3 Foto: Reprodução/Instagram

“Aí veio o silicone, fiquei com uns peitão, e veio o cabelo, e veio ficar loira. Fiquei parecendo as mulheres que saiam na Playboy americana, e então surgiu a Barbie Wild. Com ela, eu consegui a nota de cinco estrelas, e ganhava US$ 3.80 por minuto. Eu virei a número 1 do site e mudei o valor para US$ 5.80 o minuto”, continuou.

“Já cheguei a faturar 4 mil dólares em um único dia. Minha vida mudou completamente. Nessa época eu faturava em média US$ 15 mil por mês, fui morar nos Jardins – bairro nobre de São Paulo – fiquei deslumbrada”, confessou.

Mesmo com o dinheiro que ganhou, Clara revelou que nunca soube administrá-lo: “Se eu tivesse guardado dinheiro na época, estaria com a vida ganha. Eu gastava muito, principalmente com roupas. Hoje eu acho esse pensamento ridículo, mas não me arrependo, porque os erros do passado me fizeram ser quem sou hoje. Hoje sou mais consciente”, completou.

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você