Emilly Araújo é recordista de condenações no Conar

A ex-BBB ostenta cerca de seis processos, o dobro das condenações de grandes marcas

Por: Alefy Soares | 24 janeiro - 15:17

Emilly Araújo, que atualmente possui mais de 4,1 milhões de seguidores em seu Instagram, é recordista de condenações no Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária, o Conar, tudo por conta dos “presentinhos” e jabás que faz na rede social.

Segundo levantamento divulgado pelo Meio & Mensagem, a ex-BBB ostenta cerca de seis processos, ou seja, simplesmente o dobro das condenações sofridas por grandes marcas.

Emilly Araújo diz o que aprendeu após participação polêmica no BBB: “Não sou perfeita”

Foto: Reprodução/Instagram

“Grande parte das condenações feitas em postagens de influenciadores se enquadram no que o Conar determina como ‘identificação publicitária’, caracterizada quando um influenciador faz uma divulgação de um produto, local ou serviço de uma marca sem sinalizar que aquilo é uma parceria comercial”, explicou a publicação divulgada pelo site.

Até o fechamento desta matéria, Emilly não havia se pronunciado sobre o caso.

Emilly alfinetando o ex

Emilly Araújo deu uma pequena alfinetada na ex-namorada de seu atual companheiro, Paulo Simões. Tudo começou quando alguns internautas afirmaram que o empresário havia dado de presente para a ex-BBB um colar já usado antes por uma antiga parceira.

“Eita, será que ele pediu de volta o presente que havia dado a ex e deu para a atual? Meu Deus, isso é o apocalipse. Como você se sujeita a isso, menina? E ainda diz que tem um significado especial”, disparou um usuário do Twitter.

Foto: Reprodução/Instagram

Sem medir palavras, Emilly Araújo respondeu: “Ele deu foi um belo upgrade, né, meus amores?! O meu presente é ele! O que ele me dá de coisas materiais, pouco me importa…”, garantiu ela.

Deixe seu comentário