Caio Castro é condenado a pagar R$ 7 mil após agredir fotógrafo

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo

Por: Redação Metropolitana | 24 janeiro - 14:04

Caio Castro foi condenado a pagar R$ 7 mil de indenização ao fotógrafo André Ligeiro, que processou o ator após ser agredido durante a festa de Réveillon, na Bahia, em 2016. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo, nesta quinta-feira (24).

Naquele ano, o ator estava em Trancoso, na Bahia, e pediu para que não fosse fotografado. André decidiu registrá-lo da mesma maneira e acabou sofrendo uma cabeçada de Caio Castro em seu rosto.

Foto: Reprodução/Instagram

Caio Castro é acusado de vandalismo e de destruir carros na Espanha

“A condenação de Caio Castro, diante dos inúmeros elementos de prova, já era aguardada. O reconhecimento do ato ilícito foi a primeira vitória. Vamos recorrer visando a majoração do valor fixado”, afirmaram os representantes do fotógrafo.

“A nosso ver, a quantia arbitrada não observa a gravidade da lesão e a capacidade econômica das partes, daí porque não cumpre a finalidade punitiva”, disseram os advogados de André à revista Marie Claire.

Em nota oficial enviada à Metropolitana, a assessoria do ator diz:

“A assessoria do ator Caio Castro afirma que a ação tramita em segredo de justiça por isso respeitando uma decisão judicial não iremos nos pronunciar sobre o caso e os advogados do ator estão em busca do responsável pelo vazamento das informações que serão responsabilizados nos termos da Lei.”

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você