Ator que interpretava Seu Madruga tinha dívidas de aluguel na vida real

O filho do ator ainda fez mais algumas revelações de sua vida íntima

Por: Alefy Soares | 30 maio - 18:05

Ramón Valdés, mais conhecido em todo o mundo como Seu Madruga, devia alguns meses de aluguel antes de sua fama, assim como seu seu icônico personagem. Quem revelou a história foi o filho do ator, Esteban Valdés, durante entrevista cedida no México.

“Não foi uma vez [que ele atrasou o pagamento], foram várias vezes. Antes de ser famoso, meu pai trabalhava como motorista de trailer, vendia comida na rua. Vivíamos em um apartamento e de repente ele falava ‘vamos para a casa da sua avó’. Porque o dono do apartamento, diferente do seu Barriga, não perdoava”, disse.

Foto: Reprodução

Segundo Esteban, Ramón realmente agia como o Seu Madruga durante a sua vida, inclusive na forma de falar: “Seu Madruga existia antes do seriado. Meu pai usava essas frases na família: ‘não te dou outra porque…’ e ‘o que que foi, que que foi, que que há?!’. Ele usava essas frases com a gente, com os amigos”.

O filho contou ainda que Ramón formou uma numerosa família. “Foram três casamentos, somos em dez irmãos. Meu pai e minha mãe nos ensinaram a aceitar essas mudanças na vida”, contou.

Atriz de ‘Chaves’ revela que não queria participar do seriado: “Bolaños me convenceu”

Ana de la Macorra, a Paty do seriado Chaves, veio visitar o Brasil e relembrou alguns fatos curiosos de sua participação no famoso seriado mexicano, exibido no Brasil desde a década de 1980.

Globo muda voz do Chaves e vira piada na internet

Em entrevista ao programa The Noite, do SBT, ela revelou que sua entrada no elenco foi totalmente por acaso. “Eu trabalhava na equipe de produção do Chaves e um dia Roberto Bolaños escreveu três capítulos em que chegavam personagens novos. Estava na produção fazendo várias entrevistas e todas as atrizes que chegavam para interpretar a Paty eram lindas, mas não tinham cara de menininha. Roberto Bolaños falou: ‘Por que não faz você?’. Eu disse não, mas ele falou várias coisas e acabou me convencendo. Disse que seriam só três capítulos e que no futuro meus filhos me veriam na televisão”, disse ela.

Foto: Reprodução

Ana trabalha como psicóloga há 28 anos. Ela conta que seus pacientes ainda a reconhecem e brincam: “A Paty vai ser minha psicóloga?”.

Segundo Ana de la Macorra, suas participações foram em cerca de 20 capítulos. “O grupo que Bolaños formou era de pessoas muito boas. Talentosíssimos. Porque é fácil fazer chorar, mas rir dá mais trabalho. Don Ramon [Seu Madruga] era meu personagem favorito. Boa pessoa, simpático, amável”, relembrou. Leia mais.

Deixe seu comentário