Ator que interpretava personagem corrupto terá que devolver R$ 340 mil aos cofres públicos

O humorista se pronunciou oficialmente sobre o caso

Por: Alefy Soares | 31 março - 12:49

Conhecido por interpretar um corrupto no programa “A Praça é Nossa”, Saulo Laranjeira terá que desembolsar cerca R$ 340 mil aos cofres públicos. A ordem foi enviada do Contas do Estado de Minas Gerais.

“É uma tempestade em copo d’água, uma coisa absurda, uma coisa que não tem lógica com a história que tenho, principalmente aqui em Minas, com o meu trabalho, a lisura que tenho e a pessoa séria que sou com toda a divulgação da cultura brasileira. Estou pasmado com isso, sem dúvida alguma”, disse Saulo, durante entrevista cedida ao UOL.

Latino é criticado após fazer gesto obsceno em programa ao vivo do SBT

Foto: Reprodução/SBT

A condenação é referente à captação de R$ 100 mil, em 2001, de recursos públicos oriundos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. O órgão estadual considerou irregulares as contas prestadas pelo artista, com 15 anos de atraso.

Saulo está preparando a sua defesa e irá recorrer sobre a decisão.

Deixe seu comentário

Mais lidas

Recomendadas para você