Após sofrer racismo, Neymar se pronuncia: “Temos que dar um basta! Chega!”

O jogador falou mais detalhadamente sobre a repercussão do caso

Por: Laís Myla | 14 setembro - 18:01

Vítima de mais um caso de racismo, o jogador de futebol Neymar Jr usou seu Instagram nesta segunda feira (14), para falar sobre a punição que recebeu por dar um tapa na cara de Álvaro González, após ouvir do zagueiro a expressão racista “macaco”.

Neymar escreveu em seus stories (e também publicou em um post no feed): “Ontem me revoltei, fui punido com um cartão vermelho porque quis dar um cascudo em quem me ofendeu. Achei que não poderia sair sem fazer nada porque, porque percebi que os responsáveis não fariam nada, não percebiam ou ignoravam. Durante o jogo, queria dar a resposta como sempre, jogando futebol. Os fatos mostram que não consegui. Me revoltei…”.

Ver essa foto no Instagram

Mais Amor ao Mundo! More love to the World! #noracism #saynotoracism #racismoaquinão

Uma publicação compartilhada por ene10ta Érre 🇧🇷 👻 neymarjr (@neymarjr) em

Ele continuou: “Eu sou negro, filho de negro, neto e bisneto de negro. Tenho orgulho e não me vejo diferente de ninguém” e afirmou que esperava mais dos árbitros do jogo: “Ontem eu queria que os responsáveis pelo jogo (árbitros e auxiliares) se posicionassem de modo imparcial e entendessem que não cabe tal atitude preconceituosa”.

Antes de concluir, ele alertou: “O racismo existe, existe. Mas temos que dar um basta, não cabe mais. Chega!” e terminou pedindo: “Mais amor ao mundo!”

O Olympique de Marseille, time pelo qual o jogador Álvaro González joga, defendeu o jogador e afirmou que ele não é racista. No entanto, o PSG pelo qual Neymar atua, emitiu uma nota de apoio ao jogador brasileiro.

LEIA MAIS:

Neymar recebe apoio de famosos após denunciar racismo em jogo

Neymar Jr. diz que está curado da Covid-19: “O pai tá on”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos: