Após ser confirmada a prisão do assassino de Rafael Miguel, polícia aponta engano

A polícia militar do Paraná teria confundido informações

Por: Laís Mylla | 28 outubro - 14:07

Após ser acusado de atirar 13 vezes em Rafael Miguel e em seus pais por não aceitar o relacionamento do ator com sua filha, o assassino do crime estava foragido desde o acontecido em 09 de junho de 2019.

Nesta quarta feira (28), ele teria sido preso em uma blitz em Centenário do Sul, no Paraná, de acordo com o jornal ‘SPTV’. No entanto, a polícia militar do Paraná voltou atrás e retirou a as afirmações, alegando um engano.

Ver essa foto no Instagram

🌞

Uma publicação compartilhada por Rafael Miguel (@rafaelmiguelreal) em

O delegado geral de Polícia de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, revelou que a Polícia Militar do Paraná irá se pronunciar sobre a confusão de informações e anunciar que Paulo Cupertino, assassino do ator Rafael Miguel e dos pais dele, não foi preso.

Na última segunda feira (26), a polícia descobriu que o autor do crime teria feito uma identidade com uma certidão de nascimento falsa, além de estar usando disfarces para se esconder. Os documentos foram cancelados.

LEIA TAMBÉM:

Aos 18 anos, Giovanna Chaves mostra resultado de lipoaspiração: “Fiz mesmo”

Isabeli Fontana comemora 7 anos de relacionamento com Di Ferrero: ”Mudou minha vida”

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você