Após ser acusada de racismo no BBB19, Paula Sperling é inocentada

O caso havia ocorrido durante o reality show no começo do ano

Por: Alefy Soares | 16 outubro - 19:50

A ex-BBB Paula Sperling usou o seu Instagram na tarde desta quarta-feira (16) para revelar que o inquérito que havia sido instaurado no BBB19, para investigar crimes raciais, foi arquivado.

“E hoje com muita alegria venho compartilhar com vocês mais uma vitória, não só a minha mas também da minha família, que tanto sofreu durante toda a minha participação no programa BBB19″, disse.

“Eu nunca havia me pronunciado acerca de tal assunto aqui, mas hoje, para encerrar de vez esse ciclo de muito aprendizado, venho contar a vocês que o único inquérito instaurado referente a minha participação no programa, FOI ARQUIVADO”, continuou.

Foto: Reprodução/Instagram

“Em momento algum houve a abertura de inquérito acerca de um possível cometimento do crime de racismo e injúria racial em relação a raça, cor ou etnia, e em relação ao tema, confesso ter aprendido muito inclusive durante o programa. Enfim, o inquérito arquivado hoje, investigava o possível cometimento de injúria religiosa da minha parte. Meu coração está cheio de alegria, pois eu e quem me conhece de verdade sabem que nuca hou a intenção de ofensa em relação a nenhum integrante do reality, ou sobre qualquer religião”, afirmou.

“Agradeço a todos que me acompanham e torcem por mim, e neste momento, depois de tantas falácias e repercussões, eu digo que tudo na vida é um aprendizado, e nós devemos agradecer por tudo que nos acontece! Foi a primeira vez que fui para uma delegacia, e fui para lá como uma bandida. Eu dei meu depoimento, e enviaram a denúncia para o Ministério Público. Eu quero muito mudar, lá dentro mesmo, o Rodrigo me dava alguns toques. Eu vi que é uma coisa errada em mim, que preciso segurar muito, porque é errado falar o que falei. Até agora, não falei com Rodrigo, mas acho que não tem interesse da parte dele”, finalizou.

Confira tudo que rolou no mundo dos famosos: