Após polêmica, Eduardo Costa volta a se manifestar sobre caso de cão morto: “Amo os animais”

No entanto, o sertanejo afirmou que sempre priorizará a vida de uma pessoa

Por: João Paulo Soares | 07 dezembro - 11:25 AM | comentários

Depois de gerar revolta nas redes sociais, ao fazer declarações ácidas sobre o caso do cachorro assassinado em um supermercado, Eduardo Costa voltou a se manifestar, nesta sexta-feira (7), e garantiu que é um amante dos animais.

“Uma pessoa que maltrata um animal, seja ele qual for, merece uma punição maior do que maltratar um ser humano. Eu sou caipira e como um caipira de verdade eu amo a natureza, amo a Deus e amo os animais”, começou.

Foto: Reprodução/Instagram

Logo em seguida, o sertanejo reiterou que não é possível comparar a morte de um animal com a de uma pessoa. “Não gosto de ver maldade nem com cobra, nem com minhocas. Só odeio os pernilongos e odeio muito, mato todos com prazer (risos), mas não podemos dar mais importância a morte de um animal do que a morte de ser humano, entende?”, argumentou.

Após fazer piada com assassinato de cachorro e ser detonado, Eduardo Costa se pronuncia

No entanto, Eduardo Costa defendeu que é necessário punir os agressores de animais. “Acho que temos que ter leis severas contra maus-tratos aos animais urgente, pra ontem… e elas têm que ser cumpridas com rigor. Mas eu ainda continuo dizendo: Pra mim a vida humana é sagrada, não que a dos animais não seja”, disse.

Ao final, o sertanejo afirmou que sempre priorizará a vida de uma pessoa. “Se eu tivesse que fazer uma escolha entre um cachorro que eu amo e um ser humano que eu nunca vi na minha vida, escolheria o ser humano. Você pode até não concordar comigo, mas hoje é o que eu penso. Mas posso mudar, quem sabe? Não sou alienado e graças a Deus, não serei”, concluiu ele.

Deixe seu comentário