Após internautas acusarem Júlio Cocielo de racismo, youtuber se pronuncia pela primeira vez

O youtuber se envolveu em polêmica ao fazer um comentário sobre o jogador Mbapé, da França

Por: Redação Metropolitana | 05 julho - 10:31 AM | comentários

Na noite da última quarta-feira (4), Júlio Cocielo quebrou o silêncio e se pronunciou pela primeira vez, após ser acusado de racismo contra o jogador Mbapé, da França.

“Eu to aqui consciente do meu erro. Eu não quero debater em cima de algo que eu não tenho razão nenhuma”, começou ele. “Quem me conhece, quem me assiste, sabe que meu intuito nunca foi ofender ninguém. E quando eu vi que estava ofendendo, eu deletei”, afirmou o youtuber.

“Eu não nasci em berço de ouro. Eu vim do nada. E a coisa mais importante pra mim é a minha criação e humildade e ela não está no que a gente tem. Está em nosso caráter. Quem me ensinou isso foi minha mãe, e eu me sinto envergonhado em ter decepcionado ela. Eu entendo porque isso tudo está acontecendo. […] Eu aceito as consequências”, continuou Julio.

Entenda o caso

No sábado (30), Júlio Cocielo foi acusado de racismo por internautas. O youtuber, que estava acompanhando as oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia, comentou alguns lances da partida entre França e Argentina e mencionou o jogador Kylian Mbappé em um de seus tuítes.

“Mbappé conseguiria fazer uns arrastões top na praia”, escreveu Cocielo.

Internautas encontram detalhe bizarro em foto do casamento de Cocielo

Não demorou para que sua publicação fosse compartilhada por centenas de usuários e duramente críticada. “Se fosse o Antoine Griezmann ou o Cristiano Ronaldo seria: ‘Corre para car*lho’. Mas como é o Mbappé é arrastão. Racismo velado é isso! Branco correndo é atleta, negro correndo é assalto”, disparou um internauta. “Júlio Cocielo foi racista, sim. Não adianta dizer que não foi a intenção”, afirmou outro usuário.

Leia mais

Deixe seu comentário