Após descrição de suposto estupro, Cristiano Ronaldo se pronuncia oficialmente

O jogador negou todas as acusações disse que tem a consciência limpa

Por: Alefy Soares | 03 outubro - 6:24 PM | comentários

Na última segunda-feira (01), a norte-americana Kathryn Mayorga, de 34 anos, divulgou detalhadamente um suposto estupro que teia sofrido pelo Cristiano Ronaldo em 2009. O jogador usou o seu Twitter para comentar sobre o caso.

“Nego terminantemente as acusações de que sou alvo. Considero a violação um crime abjecto, contrário a tudo aquilo que sou e em que acredito. Não vou alimentar o espetáculo midiático montado por quem se quer promover à minha custa”, escreveu Cristiano.

“Aguardarei com tranquilidade o resultado de quaisquer investigações e processos, pois nada me pesa na consciência”, finalizou.

Foto: Reprodução/Instagram

Nos comentários, os fãs do jogador mostraram apoio: 

Entenda o caso

Mayorga diz que o caso aconteceu em 2009, após os dois se conhecerem em uma casa noturna nos Estados Unidos. Ela afirma que, em 2010, o jogador a ofereceu um contrato de silêncio em troca de US$ 375 mil (R$ 1,5 milhão em valores de hoje).

Saindo do treino, Cristiano Ronaldo aparece com carrão avaliado em R$ 750 mil

Hoje, após trocar de advogado e com o movimento #metoo, do qual as mulheres contam casos de violência sexual, Kathryn  resolveu se abrir e contar tudo o que aconteceu entre ela e Cristiano Ronaldo no quarto de um hotel. Ela conta que, após se conhecerem, os dois trocavam mensagens, até que o jogador a convidou para uma festa particular em seu quarto, na cobertura do Palms Casino Hotel, um dos mais caros e exclusivos dos EUA.

Ao aceitar o convite e chegar no quarto de Ronaldo, o jogador a ofereceu um roupão para que eles entrassem na Jacuzzi. Kathryn entrou no banheiro para trocar de roupa e percebeu que Cristiano havia entrado também. Ao se virar, viu que ele estava com o pênis para fora pedindo para que ela o tocasse e realizasse sexo oral.

A americana recusou e apenas deu-lhe um beijo. Em seguida, mesmo com ela dizendo inúmeros “nãos”, Cristiano a beijava e tocava o seu corpo. Ele teria a jogado na cama, tirado sua calcinha e, ao ver que Kathryn protegia a vagina com as mãos, ele supostamente fez sexo anal à força.

Deixe seu comentário