Após cantar em festa de ditador africano, Lexa se explica mas é criticada

Cantora ficou emocionada com seu primeiro show internacional

Por: Redação Metropolitana | 27 junho - 6:12 PM | comentários

Lexa se apresentou na festa de Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, filho do ditador da Guiné Equatorial, na África, e recebeu muitas críticas de seus fãs. Então a cantora tentou se explicar.

Em seu Instagram, ela postou uma foto de seu figurino para o show e escreveu “Quando recebi o convite para cantar na África, não tinha noção de como seria o show, pra quem ou como, mas foi demais… Foi tão rápido que nem deu tempo de divulgar, rs. Cheguei de coração aberto para levar o que há quase 4 anos eu venho fazendo: Música e Alegria. Foi a primeira vez que cantei fora do meu país, vi artistas consagrados, que sou fã, assistindo o meu show.. Que frio na barriga bom rs! Hoje quero só agradecer. Obrigada a todos os meus fãs, equipe e família que me acompanham sempre e torcem pelo meu sucesso (que é nosso)”.

MC Guimê e Lexa comemoram 1 mês de casados com churrasco e jogo da seleção

Mas os seguidores dela não perdoaram e criticaram ela ter cantado na festa de um ditador. “A tua felicidade é compreensível. Mas pelo amor de deus! Show pra ditador?! Que vergonha! Esse é o tipo de pessoa que não pode, não deve, em momento algum ser apoiada” escreveu um seguidor de Lexa. Outro ressaltou a indignação dizendo “Você sabia para onde iria. Não precisa justificar, agora sei que como artista você é ótima mas como pessoa. Mostra que não tem princípios que aceita dinheiro para qualquer coisa”.

Ludmilla também se apresentou na festa, mas ela não deu explicações e seus seguidores não questionaram tanto sua decisão de cantar no evento como os de Lexa.

Deixe seu comentário