Após ataques nas redes sociais, Fernanda Lima se pronuncia

A apresentadora gerou polêmica após discurso no programa "Amor & Sexo"

Por: Marielle Rojas | 08 novembro - 4:22 PM | comentários

Após sofrer ataques nas redes sociais, Fernanda Lima desabafou e agradeceu o carinho dos fãs que apoiaram sua declaração no programa “Amor & Sexo”, da TV Globo, que causou polêmica.

“Gostaria de agradecer o carinho das pessoas que têm se manifestado positivamente em relação ao programa que foi ao ar na última terça-feira, sobre a mulher. Estou recebendo muito amor e com isso renovando minhas energias para seguir a caminhada. É muito importante receber o reconhecimento do papel de #AmorESexo em defesa da igualdade e da diversidade”, começou a apresentadora.

“É um trabalho que leva meses para ser desenvolvido, com cada tema pesquisado, escrito e gravado com meses de antecedência. O programa mulher, que foi ao ar esta semana, foi gravado em julho, e assim como os outros tem sido preparado com esmero e carinho há meses. Nossa equipe está muito feliz com os debates que o programa #mulher tem gerado, pois a nossa motivação é provocar reflexões sobre o papel da mulher na sociedade e como podemos desconstruir as estruturas machistas, homofóbicas e racistas que aprisionam as mulheres e homens. O amor cura”, completou.

Foto: Reprodução/ Instagram

Rodrigo Hilbert posta foto de Fernanda Lima com os filhos e fãs se derretem

Entenda o caso

Na última terça-feira (6), Fernanda Lima abriu o programa “Amor & Sexo” com frase empoderada, afirmando que “a luta está só começando” e causou muita polêmica nas redes sociais. O tema do dia foi “mulheres que lutam para ser quem são”.

“Chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Chama de louca a mulher que resiste e não desiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e diz não. Não importa o que façamos, nos chamam de louca”, começou ela.

“Se levamos fama, vamos sim deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de forças da submissão, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós e todos vocês. Nossa luta está apenas começando”, completou.

Assista ao vídeo:

Visualizar esta foto no Instagram.

Uma publicação compartilhada por Fernanda Lima (@fernandalimaoficial) em

O programa ainda contou com a participação Anielle Franco e Mônica Benício, a irmã e a viúva de Marielle Franco, vereadora que foi assassinada no Rio de Janeiro. Os convidados ficaram emocionados com a declaração das duas, que carregavam placas com a frase “Marielle Presente”.

“Minha companheira de luta não está mais aqui comigo. Esse lugar de fala que ela ocupava, a gente está tentando dar conta”, disse Anielle.

“Ela era temida pelo mesmo motivo que era muito amada: Marielle carregava no corpo dela todas as pautas que lutava e acreditava”, completou Mônica.

Foto: Reprodução/ TV Globo

Deixe seu comentário