Ação de guarda-costas pode ter salvado a vida de Demi Lovato, diz site

Guarda-costas agiu rapidamente e fez atendimentos de primeiros socorros

Por: João Paulo Soares | 03 agosto - 1:58 PM | comentários

Demi Lovato continua internada no hospital após uma overdose e pode sair a qualquer momento, direto para uma clínica de reabilitação. No entanto, segundo informações do site TMZ, a cantora só está viva graças a uma ação de seu guarda-costas.

Demi Lovato protagoniza capa de revista e amiga revela: “Ela nunca quis ser um modelo de pessoa”

De acordo com o portal, um assistente da cantora chegou a suspeitar que ela já estava morta, enquanto um guarda-costas agiu rapidamente e fez atendimentos de primeiros socorros, ação que pode ter sido fundamental para a sua recuperação. Ele teria limpado as vias aéreas de Demi Lovato, e assim, permitindo que ela respirasse.

Já foi divulgado anteriormente que os paramédicos usaram um medicamento que reverte os efeitos de uma overdose.

Demi Lovato sofreu uma recaída após seis anos limpa.

Reabilitação

Segundo informações divulgadas pelo site TMZ, na quarta-feira (1), a equipe da cantora quer que, após sua alta, ela entre imediatamente em uma clínica de reabilitação. Demi Lovato segue se recuperando de uma overdose e deverá receber alta do hospital ainda nesta semana.

Há 6 dias internada por overdose, Demi Lovato tem febres altas e enjoos

A decisão ainda será tomada pela cantora, mas tanto a equipe de trabalho, quanto pessoas próximas, desejam que ela procure ajuda. De acordo com o site estadunidense, uma pessoa que trabalha com Demi Lovato prometeu se demitir se ela não entrar em reabilitação.

“Ela pode morrer se não fizer isso, e não quero ficar com a responsabilidade de não ter feito nada”, disse a fonte.

Deixe seu comentário