Relembre as participações de Stephen Hawking em séries e filmes

O físico e cosmólogo sofria com a doença ELA e morreu aos 76 anos

Por: Gabriela Orsini | 14 março - 12:52 PM | comentários

Stephen Hawking faleceu na madrugada desta quarta-feira (14), depois de anos resistindo a doença degenerativa esclerose lateral amiotrófica, conhecida também como ELA. O físico e cosmólogo britânico deixou muitos ensinamentos e um legado enorme. Mas ele também fez muitas participações em séries e filmes durante sua vida. Relembre!

Star Trek

Hawking interpretou ele mesmo no episódio 26 de sexta temporada de “Star Trek”. Na cena, ele aparece jogando pôquer ao lado de Isaac Newton (John Neville) e Albert Einstein (Jim Norton).

The Big Bang Theory

Na série “The Big Bang Theory”, o físico já apareceu mais de uma vez. Sua primeira aparição foi em 2011, e a última no começo da 11ª temporada, em 2017. Johnny Galecki, que faz o Leonard na série, fez uma homenagem a Hawking e postou uma foto dele ao lado do elenco.

Monty Python: O Sentido da Vida ao Vivo

No documentário “Monty Python: O sentido da vida ao vivo”, de 2014, ele interpretou ele mesmo mais uma vez.

Uma Breve História do Tempo

Em outro documentário, “Uma breve história do tempo”, dessa vez ele era o centro das atenções, já que era um filme sobre a vida e o trabalho do físico.

Os Simpsons

Sim, Stephen Hawking já virou um personagem da animação e apareceu mais de uma vez na série. No episódio 22 da décima temporada, assim como nos episódios “Não tema o carpinteiro” da 16ª temporada, no episódio “Pare, senão meu cachorro atira e no primeiro episódio da 22ª temporada.

Outras aparições do físico foram nos desenhos “Futurama”, “O Laboratório de Dexter”, “Os Padrinhos Mágicos”, no desenho “Dilbert” e em “Superhero Movie”. E também participou da gravação do disco do Pink Floyd, The Division Bell, fazendo a voz digital em “Keep Talking”.

Além de participar de filmes, Stephen Hawking foi tema de dois longas, nos quais não apareceu, mas emprestou sua história para que ela fosse contada. Primeiro por Benedict Cumberbatch, em 2004, com o filme para a TV “Hawking”, e com Eddie Redmayne, em 2014, nos cinemas com “A Teoria de Tudo”.

Redmayne, que ganhou um Oscar e outros prêmios por sua atuação no filme, lamentou a morte de Hawking dizendo “Perdemos uma mente verdadeiramente brilhante, um cientista surpreendente e o homem mais engraçado que já tive o prazer de conhecer. Meu amor e meus pensamentos estão com sua extraordinária família”. Cumberbatch também se pronunciou “Me sinto sortudo em ter conhecido um homem tão incrível, cuja profundidade esteve tanto em seu trabalho quanto na comunicação dele. Tanto pessoalmente quanto nos livros. Mando meu amor e condolências para toda a sua família e colegas”.

Deixe seu comentário