“Homem-Formiga e a Vespa” traz um novo ar para os filmes da Marvel, com um humor mais leve e familiar

Filme estreia dia 5 de julho nos cinemas do Brasil

Por: Gabriela Orsini | 02 julho - 7:56 PM | comentários

“Homem-Formiga e a Vespa” foge um pouco da linha que a Marvel vem seguindo com seus filmes, e dá uma pegada mais comédia família ao longa. Mas sem perder a essência do heroísmo que engloba o MCU. Um pouco diferente dos outros, como “Guerra Infinita” e “Pantera Negra”, as estreias anteriores deste ano, “Homem-Formiga e a Vespa” dá muito bem para ser assistido em um domingo à tarde depois do almoço com todo mundo.

A temática de família está presente desde o começo, focando bastante na relação pai e filha de Scott Lang (Paul Rudd) e Cassie (Abby Ryder Fortson), além de ter como principal foco a missão de resgatar Janet Van Dyne (Michelle Pfeiffer), mãe de Hope (Evangeline Lilly), do reino quântico.

Falando nas personagens femininas, elas têm papel muito importante no longa. Hope assume o manto da Vespa, e vale ressaltar que é o primeiro filme da Marvel que leva o nome da heroína no título, e ela também dá um ar mais ‘gente como a gente’, aparecendo suada, com o cabelo preso e bagunçado. Além disso, a vilã é uma mulher, a Fantasma, e Cassey começa a mostrar interesse em ajudar o pai a salvar o mundo. Além, é claro, de mostrar como as mulheres Van Dyne são cientistas extremamente inteligentes, confiantes e sabem o que estão fazendo.

A vilã tem motivações muito humanas, o que faz com que o público até torça por ela. Ela busca sua vingança, mas, acima de tudo, quer apenas sobreviver. Ela também tem seus laços familiares fortes e presentes, o que aumenta ainda mais a empatia. E a atriz Hannah John-Kamen fez bem o papel da Fantasma.

A comédia no filme de funciona extremamente bem, não de modo forçado. São colocações naturais dos personagens, principalmente de Scott e seu fiel escudeiro Luis, que reprisa brilhantemente seu papel humorístico como no primeiro filme. O agente Jimmy Woo também contribui para cenas com boas risadas.

Além de os atores estarem bem confortáveis na pele de seus personagens, deixando a trama ainda mais fluida, o filme faz bom uso dos cenários. A cidade de São Francisco é muito bem utilizada, principalmente na cena de perseguição, dando uma cenário lindo para um momento de tensão.

E para quem está sedento para saber a relação de “Homem-Formiga e a Vespa” com o resto do MCU, o filme se passa antes de “Guerra Infinita”, e tem algumas referências à Guerra Civil, onde o herói aparece. Mas tirando isso, nada mais chama muito a atenção, apenas a cena pós-créditos. Que por sinal, são duas.

“Homem-Formiga e a Vespa” estreia no Brasil nesta quinta-feira (5)! Confira o trailer:

Deixe seu comentário