Diretor de “Game of Thrones” assume que queria matar todos na Batalha de Winterfell

Produtores da série não permitiram que isso acontecesse

Por: Gabriela Orsini | 18 junho - 17:59

Cada episódios de uma série é dirigido por um diretor ou diretora, e Miguel Sapochnik, responsável por alguns episódios de “Game of Thrones”, deu uma entrevista falando o que realmente queria que tivesse acontecido na Batalha de Winterfell.

Em entrevista para a IndieWire, Sapochnik disse que queria que o terceiro episódio da última temporada de “Game of Thrones” fosse uma matança sem fim! “Eu queria matar todo mundo. Eu queria matar Jorah no cavalo desde o início. Eu queria que fosse brutal, então nos 10 primeiros minutos tudo poderia acontecer” revelou o diretor.

MAIS DE GAME OF THRONES

Teoria aponta que personagem de “Game of Thrones” estará em spin-off

Sophie Turner revela que foi escondida de seus pais no teste de “Game of Thrones”

Ator afirma que final dos livros será igual ao de “Game of Thrones”

  • 1/3 Foto: Reprodução/HBO
  • 2/3 Foto: Reprodução/HBO
  • 3/3 Foto: Reprodução/HBO

Mas Sapochnik revelou que os produtores e criadores de “Game of Thrones”, David Benioff and D.B. Weiss , não permitiram que ele fizesse isso: “Mas, David e Dan não queriam. Teve muitas idas e vindas nisso. Eu acho que uma coisa chave é que se não é minha série, certo? Eu não tive a ideia da série e a fiz. Eu sou um diretor contratado vou fazer isto. Eles me deixaram entrar e me envolver, e eu realmente amei fazer isso. Mas o corte final não é meu. O corte final é deles; é a escolha deles”.

O que você acha que seria diferente na última temporada de “Game of Thrones” se o diretor tivesse matado muitos personagens na Batalha de Winterfell?? Muita coisa iria mudar, né…

Deixe seu comentário