“Aquaman” consegue mostrar origem do herói e trazer grande história aos cinemas

Filme estreia nesta quinta-feira (13) nos cinemas do Brasil

Por: Gabriela Orsini | 11 dezembro - 5:28 PM | comentários

Aquaman já tinha sido apresentado antes, muito rapidamente em “Batman vs Superman” e podemos conhecer o herói mesmo em “Liga da Justiça”. Mas agora chegou a hora de sabermos de onde ele veio e sua trama até o trono de Atlântida!

O filme começa mostrando a história de como seus pais se conheceram e como Arthur Cury cresceu sendo um ‘estranho’ na superfície, mas, mesmo assim, sabendo suas origens e treinando suas habilidades atlantes. Então chegamos nos dias de hoje, após os acontecimentos de “Liga da Justiça”, e vemos como ele deve enfrentar seu meio irmão, Rei Orm, para impedir uma guerra.

Apesar de já ser conhecido como Aquaman e ser querido pelos humanos, os atlantes não gostam dele e não aceitam que um mestiço seja seu rei. A raiva dos atlantes pela superfície é grande, principalmente por todo o descaso que seus moradores mostram com os mares, despejando esgoto, jogando lixo e matando milhares de animais marinhos. Essa inclusive é uma mensagem que poderia ter mais ênfase no filme, principalmente em dias onde a luta para banir canudinhos e plásticos, por exemplo, cresce a cada dia.

Dois vilões do herói são apresentados no filme: Rei Orm, meio-irmão de Arthur, e o Arraia Negra, sendo que o principal a ser enfrentado é o primeiro. Mas talvez a história do Arraia poderia ter sido menos explorada nesse, deixando mais para uma sequência. Isso acaba deixando o filme com um pouco de informação demais, mas nada que os fãs de Aquaman vão reclamar, muito pelo contrário!

Assim como nos quadrinhos, a relação entre Arthur e Mera é de cumplicidade, nenhum é superior ao outro, e os dois estão sempre se ajudando. E isso no filme deixa bem claro como ela é uma personagem muito além de ‘apenas uma princesa’, mas sim uma atlante que está pronta para a luta e se jogar de cabeça em sua missão, independente de quem tenha que enfrentar.

Isso também é mostrado na rainha Atlanna, que sabe os riscos que está correndo, mas não deixa de enfrentar o que for preciso para proteger seu amado e seu filho. Nesse quesito, tanto James Wan (diretor), quanto as atrizes Amber Heard e Nicole Kidman fizeram um belo trabalho trazendo girl power para o filme do herói. Algo que é cada vez mais visto nos cinemas, e principalmente nos filmes desse gênero.

“Aquaman” é muito bonito esteticamente, apesar de ser cheio de efeitos especiais. Mas vale lembrar que a maior parte das cenas se passam no fundo do mar, então isso já era esperado. Algumas pessoas podem se sentir incomodadas com isso, mas desde o princípio foi passado que era a intenção do diretor.

No geral, é um filme que vai agradar muito os fãs de quadrinhos, e principalmente vai tirar aquela impressão de que o Aquaman é apenas o cara que fala com peixes, a chacota da Liga da Justiça. Jason Momoa fez um belo trabalho como o herói, mostrando profundidade e muita força, apesar de ser mais piadista do que o esperado. “Aquaman” estreia nos cinemas dia 13 de dezembro!

Confira o trailer:

Deixe seu comentário