Conheça os festivais e rituais mais perturbadores do mundo

Não é apenas o Halloween que aterroriza a galera

Por: Alefy Soares | 04 novembro - 14:43

O Halloween chegou e é claro que as fantasias e tradições de cada país chamam a atenção, mas a verdade é que o brasileiro tem um conhecimento maior nas tradições que ocorrem nos Estados Unidos. Mas você já parou para pensar que países como a Guatemala possui queimadas de pinhatas de papel em formato de demônio?
Mas não é apenas isso, em outros locais, como na Stonehaven, na Escócia, as pessoas marcham com nada mais, nada menos do que bolas de fogo ao redor de suas cabeças. Sim, é isso mesmo o que você leu.

Se você achava as “noites de horror” dos parques de diversão brasileiros uma coisa assustadora, saiba que homens se vestem de bode assustador para aterrorizar pedestres que estão assistindo o desfile que é realizado anualmente na Áustria.

Ou seja, Halloween realmente não é o único eventos que coisas bizarras acontecem ao redor do mundo com milhares de pessoas fantasiadas ou com bolas de fogo ao redor da cabeça, não é mesmo?
De acordo com o levantamento da Betway, site de roleta online, existe até mesmo máscaras assombrosas de Busó, que espantam o inverno todos os anos, até a antiga tradição da Famadihana, em Madagascar, local em que os corpos dos mortos são exumados e presenteados com oferendas.
Alguns rituais em eventos dão um grande arrepio, como o Festival Vegetariano ou Festival dos Nove Deuses. O Festival Vegetariano requer que aqueles que queiram participar pratiquem o veganismo antes e então executam uma mutilação ritualizada em si mesmos. Quais os tipos de “mutilação”? Bom, digamos que alguns furem a própria bochecha com facas e, acredite se quiser: tirar um pedaço da sua própria pele. Parece que o Halloween dos Estados Unidos é bem menos assustador agora, né?

Mas não é só isso, a matéria produzida pelo time da Betway trouxe uma relação com outros eventos e festivais igualmente bizarros, fora os que foram citados acima.

Outro que chama a atenção pela sua temática macabra é a Dança da Morte, que acontece na Espanha, em Verges, Girona. Nela, dois homens e três crianças se fantasiam de esqueleto e, logo em seguida, começam a batucar em um tambor. É dito que a dança representa o nosso tempo limitado neste planeta, como também a vida e a crucificação de Cristo. Uma das coisas que deixa o clima ainda mais aterrorizante é que o ritual inteiro é iluminado apenas por tochas e todas as pessoas vestidas de esqueleto começam a andar pelas ruas e sempre com movimento rítmicos.

Em Kukeri, na Bulgária, os eventos também são de arrepiar os fios de cabelo. Dançarinos vestem fantasias aterrorizantes e berrantes e se apresentam em uma tentativa de afugentar espíritos malignos. Mas a ocasião é bem menos aterrorizante que os que citamos acima, afinal, é um festival que atrai muitos familiares.