“O Rei Leão” emociona pela nostalgia mas não chega lá

Live-action estreia nesta quinta-feira (18) no Brasil

Por: Gabriela Orsini | 18 julho - 18:31

“O Rei Leão” tem uma carga de nostalgia muito grande por conta da animação, e com a estreia do live-action os fãs estão em frenesi para reviver a infância. Mas o novo filme pode não alcançar as expectativas que estão colocando nele.

A história segue a mesma da clássica animação de 1994, com algumas cenas extras para dar mais profundidade e complementar algumas tramas. Embora alguns momentos sejam desnecessários e não acrescentem nada grandioso ao longa.

MAIS DE O REI LEÃO

Prove que você é MUITO fã de “O Rei Leão” completando as frases das músicas

Trilha sonora de “O Rei Leão” é divulgada com Iza e Beyoncé

Esquenta para o live-action! Descubra 10 curiosidades de “O Rei Leão”

Todo enredo emocional continua presente, então os fãs vão encontrar os mesmos momentos emocionantes que conhecem há anos, mas a emoção dos personagens não agrega muito para essas cenas. Por ter deixados os animais o mais realistas possível, isso acabou quebrando a caracterização mais humana que a animação passa, e assim os leões não tem muita expressão, como seria na vida real.

Apesar de reproduzir exatamente muitas cenas da animação, as novidades são bem-vindas para dar novos ares para a história. Mas percebe-se que o filme está bem preso ao original, prejudicando um pouco o desenvolvimento criativo da produção.

O contexto geral do filme vai agradar a todos, principalmente os mais nostálgicos e apaixonados pela animação, mas talvez apenas o quesito nostalgia seja o suficiente para que “O Rei Leão” alcance todas as expectativas.

Vale ressaltar que a trilha sonora tem algumas mudanças sutis, que no decorrer do longa não se destacam, mas pode soar estranhos aos ouvidos de quem está acostumados com as músicas de 1994.

“O Rei Leão” estreia no Brasil nesta quinta-feira (18). Confira o trailer abaixo: