Ao vivo no Chupim, Alok passa trote para Anitta: “Eles não gostam da sua voz”

O DJ também fez uma brincadeira no telefone com o influencer Carlinhos Maia

Por: Marielle Rojas | 18 março - 20:38

Por: Marielle Rojas e Alefy Soares

Na tarde desta segunda-feira (18), Alok participou ao vivo do Chupim. O DJ entrou na famosa brincadeira do programa e passou trote para Carlinhos Maia e Anitta, divertindo o publico e os famosos.

O primeiro a passar pela brincadeira foi o influencer, que está com casamento marcado para o dia 21 de maio, com apresentação de Alok. Na ligação, o DJ disse que não poderia mais tocar na festa e assustou Carlinhos.

“Oi, Carlinhos! Cara, deixa eu te falar uma coisa… Eu tenho uma notícia que não é tão boa…”, começou o DJ. “Eu não vou conseguir fazer o seu casamento mais… Via rolar o casamento de outra pessoa no mesmo dia”, continuou. “Nossa, sério? Mas tudo bem, não tem problema não”, respondeu Carlinhos Maia. “Você não vai levar esse ressentimento não, né?”, perguntou Alok. “Só para o resto da vida”, rebateu o influencer dando risada.

Foto: Felipe Medeiros/Metropolitana FM

Com parceria chegando em 2019 com Anitta, Alok ligou para a funkeira e disse que os outros dois participantes da música não gostaram da voz dela.

Para Anitta, Alok falou sobre uma nova parceria que deve ser lançada em breve e conta com outros dois artistas. O DJ começou dizendo que a galera não tinha gostado nada de sua voz. “Oi, Anitta! Tudo bem? Estou te ligando para passar uma noticia que não é muito legal. Os outros dois artistas da nossa música querem te tirar da música, não gostaram muito da sua voz”, disse Alok. “Ah, paciência, né!?”, rebateu a cantora, visivelmente confusa com o que estava acontecendo. Em seguida, o DJ passou o telefone para o Beby, que ofereceu dinheiro à Anitta.

Assista:

Carreira, casamento e mudança de vida

Um dos maiores DJs do mundo, Alok contou que “Hear Me Now” foi a música que mudou sua carreira. “Ela acabou tirando o Alok do âmbito segmentado eletrônico e passou a abranger diferentes tipos de público”, completou.

O DJ também falou sobre o projeto na África que mudou sua vida, o Fraternidade Sem Fronteiras. “Chegou um momento que eu já tinha conquistado sucesso, dinheiro, mas eu tava me sentindo muito infeliz. Então eu fui em busca de saber onde preencher esse coração”, explicou ele.

“Eu sempre fui uma pessoa que questionou muito a existência de Deus porque ‘pô’, se existe fome na África, então Deus não existe. Mas através da fé da vovó na África, ela me mostrou que Deus nunca abandonou ela, que Deus faz ela ser tão forte para resistir a aquelas situações tão extremas que a gente não suportaria. Então eu descobri que quem abandonou eles fomos nós e não Deus, Deus está presente e eu sou um miserável ali”.

Alok disse que se sentiu muito preenchido com toda sua vivência e começou uma mudança interna e externa. “Hoje em dia tudo que eu faço é uma questão de preencher meu coração. Se eu não fizesse isso eu não conseguiria fazer o que eu faço, então eu vejo que todas as músicas e tocar é uma ferramenta para fazer algo maior”, afirmou.

Foto: Felipe Medeiros/Metropolitana FM

O DJ respondeu uma ouvinte que perguntou se foi uma decisão dele casar no Cristo Redentor, com a médica Romana Novais, em janeiro deste ano. “Sim, eu fui fazer um trabalho lá, aí eles fecharam o Cristo Redentor pra isso. Durante esse trabalho eu vi o nascer do sol e achei lindo, depois fui saber se poderia casar lá. Foram alguns meses de burocracia, mas eu consegui e foi lindo (…) Não tive padrinhos porque eu só fui autorizado a levar 30 pessoas, então convidei os familiares mais próximos”, contou.

Deixe seu comentário

Mais lidas

Recomendadas para você