Suplente do deputado José Schiavinato, morto por covid-19, está envolvido em desvios de 20 milhões em obras de escolas públicas

Rossoni já foi deputado federal, chefe da Casa Civil no governo estadual de Beto Richa (PSDB) e presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Por: Larissa Placca | 14 abril - 18:35

Valdir Rossoni (PSDB-PR), irá assumir a vaga do deputado José Schiavinato, que faleceu nesta terça-feira (13) em decorrência de complicações causadas pelo novo coronavírus. 

Rossoni já foi deputado federal, chefe da Casa Civil no governo estadual de Beto Richa (PSDB) e presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). Em 2018, ele tentou se reeleger como deputado federal, mas não conseguiu.

Valdir Rossoni (PSDB-PR), suplente de deputado morto pela covid

Foto: Joka Madruga / Futura Press

Em 2019, Rossoni foi denunciado por improbidade administrativa (ato ilegal ou contrário aos princípios básicos da Administração Pública no Brasil) em uma ação civil pública que investigava desvios de mais de R$ 20 milhões em obras de escolas públicas.

De acordo com a Procuradoria-Geral da República e o Ministério Público do Paraná, Rossoni teria promovido negócios entre poder público e iniciativa privada para desviar recursos da Educação. Rossoni negou envolvimento.

No mesmo ano, ele teve R$ 124 milhões bloqueados pela Justiça a pedido do Ministério Público do Paraná, ao ser acusado de participar de um esquema de contratação de funcionários fantasmas, entre 1992 e 2010, na Alep (Assembleia Legislativa do Paraná). A defesa de Rossoni negou as acusações.

“Ele é inocente e não vai provar nada, porque nada se prova quando se é inocente”, conclui.

Rossoni é de Palmas, interior do Paraná, e tem 68 anos. A assessoria informou que “assim que considerar o momento adequado para falar, por respeito ao falecido deputado”, dará um retorno.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Plenário do STF confirma decisão de Barroso que determinou instalação da CPI da Covid

Jovens e menos escolarizados foram mais afetados pela pandemia, segundo Ipea

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você