STF adia por 90 dias análise do inquérito das fake news e atos antidemocráticos

Essas duas investigações, foram abertas no Supremo ainda na época da gestão de Dias Toffoli como presidente da corte (de 2018 a 2020)

Por: Larissa Placca | 10 abril - 14:30

Nesta sexta-feira (9), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, decidiu adiar a análise das denúncias das fake news e atos antidemocráticos.

A decisão prorroga por mais 90 dias o andamento dos inquéritos. Essas duas investigações, foram abertas no Supremo ainda na época da gestão de Dias Toffoli como presidente da corte (de 2018 a 2020).

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, em reunião;

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, em reunião; Foto: Agência Brasil/Divulgação

O inquérito das fake news foi aberto em 2019 por Toffoli, e propõe investigar ofensas a ministros do STF e a familiares dos magistrados.

Em 2020, a pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, a corte iniciou a investigação dos atos antidemocráticos, investigando pessoas que defendem o fechamento do Supremo e do Congresso Nacional, ações que são contra a Constituição.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Presidente do BC diz que o impacto da segunda onda pode ser maior na saúde, mas que a economia já aprendeu a conviver com isso

Sem Ernesto Araújo, Governo brasileiro tenta se reaproximar da China

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você