Sobre as trocas nas Forças Armadas, Senadora suspeita “A pergunta que não quer calar é: o que foi pedido?”

Kátia afirmou que percebe que o presidente Jair Bolsonaro está enfraquecido frente os militares

Por: Larissa Placca | 01 abril - 23:39

Nesta quinta-feira (1), a senadora Kátia Abreu se posicionou sobre a demissão dos comandantes das Forças Armadas.

Nesta terça-feira (30), o Ministério da Defesa anunciou a a saída dos comandantes das três Forças Armadas: Edson Pujol (Exército), Ilques Barbosa (Marinha) e Antônio Carlos Moretti Bermudez (Aeronáutica).

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conversa com militares

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conversa com militares; Foto: Agência Brasil/Divulgação

Kátia afirmou que percebe que o presidente Jair Bolsonaro está enfraquecido frente os militares. A saída dos três comandantes das forças armadas teria sido por vontade própria, por desacordos com o presidente Bolsonaro.

“A pergunta que não quer calar é: o que foi pedido? Tenho certeza de que ficaram do lado da democracia e da Constituição”

Ainda nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teria decidido em escolher o general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira para o Comando do Exército se deve em razão de evitar agravar a crise com as Forças Armadas. Com o nome de Paulo Sérgio, Bolsonaro seguiu o ‘critério de antiguidade na escolha’. Leia a matéria completa.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Deputado estadual que “proibiu o uso de máscaras” em seu gabinete é internado por 3 dias em UTI com covid-19

OMS diz que Brasil está em ‘situação crítica’ da pandemia

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você