Renan Calheiros diz que governo tenta ganhar tempo discutindo se a CPI será presencial ou remota; “Estão empurrando com a barriga.”

Cotado entre os parlamentares para ser relator da CPI da Covid, diz "Não haverá problema algum em fazer semipresencial. A maioria das coisas em CPI podem ser feitas remotamente"

Por: Larissa Placca | 14 abril - 17:01

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), cotado entre os parlamentares para ser relator da CPI da Covid, considera inadmissível o argumento de que a comissão só pode começar a investigar as ações frente a covid-19 quando o Senado retomar os trabalhos presenciais.

Para Calheiros, o regime semipresencial consegue dar conta de investigar as ações do governo na pandemia, bem como o uso de repasses federais por estados e municípios.

Senador Renan Calheiros em sessão

Senador Renan Calheiros em sessão; Foto: Agência Brasil/Divulgação

Na avaliação do senador, o Planalto tenta atrasar o início das investigações por não ter conseguido formar maioria na comissão.

“Não haverá problema algum em fazer semipresencial. A maioria das coisas em CPI podem ser feitas remotamente”. Para o parlamentar, este debate de qual será o regime de trabalho do colegiado está sendo apenas usado pelo governo para ganhar tempo.

“Estão empurrando com a barriga. Já estamos na metade do mês de abril”, disse. “É uma comissão de investigação, não uma comissão de incriminação”, disse Calheiros.

Renan nega que esteja negociando para assumir um posto na comissão. “O meu nome mesmo é especulação, totalmente. Eu me sinto contemplado com o fato de integrar a comissão”, afirmou.

“Como não há a publicação ainda [dos membros], tá todo mundo meio deslegitimado para fazer as conversas”, disse.

Debate sobre CPI presencial ou remota

Pacheco deve deixar a escolha sobre ser remoto ou presencial com os integrantes da comissão, após a decisão do STF.

No último sábado (10), o ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, pediu que as sessões da CPI da Covid sejam através de videoconferência como solução para evitar aglomerações.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Plenário do STF confirma decisão de Barroso que determinou instalação da CPI da Covid

Jovens e menos escolarizados foram mais afetados pela pandemia, segundo Ipea

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você