Petroleiros da Petrobras entram em greve, adesão chega a quatro estados

O movimento ocorre no Espírito Santo, Amazonas, São Paulo e Bahia

Por: Larissa Placca | 06 março - 19:00

A greve dos petroleiros da Petrobras teve início nesta sexta-feira (5) e já tem adesão em quatro estados: Espírito Santo, Amazonas, São Paulo e Bahia.

As reivindicações incluem melhora nas condições de segurança do trabalho, combate ao assédio moral e fim das extensões de jornada. Além disso, os petroleiros também protestam contra a privatização das refinarias da Petrobras.

Foto: Paulo Whitaker/Reuters

No território baiano, o movimento grevista cobra garantias de que postos de trabalhos serão preservados sem redução salarial, além da apresentação de um cronograma de transição das operações na refinaria Landulpho Alves, com prazos de transferência e indenização. A unidade está sendo vendida por US$ 1,65 bilhão ao grupo árabe Mubadala.

Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), trabalhadores das refinarias Abreu e Lima, em Pernambuco, e na usina do Xisto, no Paraná também devem aderir a greve nos próximos dias.

A estatal emitiu nota relatando que os movimentos grevistas motivados por venda de ativos da companhia não preenchem requisitos legais e podem ser considerados abusivos.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Guedes anuncia antecipação do 13º para aposentados e “mais frágeis”

Dólar fecha a R$ 5,68 e bolsa sobe 2,2%

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você