Pacheco diz que “reformas ministeriais são comuns” e “enxerga com naturalidade” troca no comando das Forças Armadas

Presidente do Senado Federal afirmou que o dever das Forças Armadas é garantir a paz

Por: Murilo Amaral Feijó | 30 março - 18:03

Durante pronunciamento realizado nesta terça-feira (30), o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que a saída dos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica faz parte de uma reforma ministerial “comum nos governos”, e que não deve ser tratada como um fato excepcional.

Na última segunda-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou uma reforma ministerial, que alterou o comando de seis ministérios, incluindo o Ministério da Defesa. Três ministros foram exonerados e outros três foram transferidos para novos postos em outros ministérios.

Presidente do Senado Federal, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), concede entrevista coletiva

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Ainda durante seu pronunciamento, Pacheco afirmou que, como presidente do Senado Federal, deve acreditar e confiar nas decisões de Bolsonaro.

O senador também afirmou que o compromisso constitucional das Forças Armadas é garantir a paz e conservar o estado democrático: “É esse o compromisso das Forças Armadas, de defesa da Constituição, do Estado Democrático de Direito. Temos plena e absoluta confiança nisso”.

Por fim, o presidente do Senado também comentou sobre a primeira reunião do comitê de combate à pandemia de covid-19, que está prevista para acontecer amanhã (31). “Os professores precisam ser vacinados porque precisamos de uma previsão de retomada do ensino no Brasil”, destacou o senador. Pacheco também comentou sobre a importância da vacinação de profissionais da segurança pública.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Covas anuncia reforço em programas de alimentação

MP vai analisar irregularidades em festa de aniversário de Cláudio Castro

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você