Pacheco afirma que CPI da Covid não vai interferir na pauta de votação do Senado nem nas prioridades do Congresso

"Eu não terei uma interferência no mérito dela [CPI] e eu acredito muito que o funcionamento dela, autônoma que é", diz.

Por: Larissa Placca | 22 abril - 23:06

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou nesta quinta-feira (22) que o funcionamento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 não vai interferir na pauta de votação do Senado e nem na prioridade do Congresso às reformas tributária e administrativa.

A primeira reunião da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), será no próximo dia 27 de abril e irá investigar a gestão do governo federal na pandemia e o repasse de verbas para Estados e municípios.

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) em pronunciamento

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) em pronunciamento; Foto: Agência Brasil/Divulgação

“Eu não terei uma interferência no mérito dela [CPI] e eu acredito muito que o funcionamento dela, autônoma que é, não interferirá na pauta principal do Senado, que são as reformas e os projetos de lei que temos de aprovar”.

O pronunciamento de Pacheco foi dado durante conversa transmitida com o empresário Abílio Diniz, comentando as reformas administrativa e tributária e uma pauta com 14 projetos no plenário na próxima semana, paralelamente à instalação da CPI.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Mulheres ficam imunizadas por mais tempo depois de infectadas com a covid-19, diz estudo francês

Discurso de Bolsonaro na Cúpula do Clima gera comentários de parlamentares que apontam mudança na postura do presidente

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você