“O Brasil quer vacinação, não quer comitê de adulação”, diz Dória sobre projeto anticovid de Bolsonaro

Jair Bolsonaro anunciou hoje um comitê anticovid, e Dória não foi convidado para a reunião

Por: Aline Bueno Silvestre | 24 março - 21:07

O governador de São Paulo, João Dória (PSDB), alegou, nesta quarta-feira, que o estado não está representado no comitê anticovid anunciado por Jair Bolsonaro (sem partido).

O presidente fez um pronunciamento para a imprensa após uma reunião com governadores, ministros e chefes de poderes sobre o comitê anticovid. Segundo ele, a medida é para tentar controlar os efeitos da pandemia. Dória disse não ser convidado.

Dória critica comitê anticovid criado por Bolsonaro

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A medida surgiu depois do pronunciamento do presidente em Rede Nacional, na terça-feira (23). Porém, foi criticada por Dória. 

“O Brasil quer vacinação, não quer comitê de adulação. E comitê de adulação, eu não participo. Faça um comitê de vacinação e eu serei o primeiro a estar lá presente e para ajudar. Mas para fazer adulação de presidente da República, não”, afirmou o governador de São Paulo.

Em São Paulo, Dória anunciou a vacinação para profissionais da educação e policiais nesta quarta-feira.

LEIA MAIS:

Em pronunciamento, Dória anuncia vacinação para profissionais da educação e de segurança

SP adianta vacinação para idosos de 69 a 71 anos

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você