Ministro Nunes Marques libera cultos e missas em todo o país

O ministro do Supremo Tribunal Federal autorizou as celebrações após pedidos da Associação Nacional de Juristas Evangélicos

Por: Aline Bueno Silvestre | 03 abril - 19:18

Neste sábado (03), o ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou celebrações religiosas em todos os estados e municípios do Brasil. 

Segundo o magistrado, a decisão é possível de acordo com as necessidades de distanciamento social. Além disso, a liberação acontece um dia antes do Domingo de Páscoa (03), celebrado em muitas igrejas.

Ministro Nunes Marques libera cultos e missas presenciais

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Eles apresentaram dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para comprovar a maioridade cristã no país. Usaram também o argumento de que as práticas fieis podem ajudar as pessoas a enfrentarem momentos difíceis da pandemia da Covid-19.

“Estamos em plena Semana Santa, a qual, aos cristãos de um modo geral, representa um momento de singular importância para as celebrações de suas crenças — vale ressaltar que, segundo o IBGE, mais de 80% dos brasileiros declararam-se cristãos no Censo de 2010”, afirma.

Na quinta-feira (01), a Advocacia-Geral da União pediu ao STF liberação de cultos e missas na Páscoa.

As informações são da CNN Brasil e do Portal UOL.

O avanço da Covid-19 no país

A aprovação acontecem após o país registrar 2.922 mortes e mais de 70 mil casos na sexta-feira (02). O mês que se encerrou, março, foi considerado o mais letal de toda a pandemia.

Além disso, em São Paulo, a semana se encerra como a mais letal da pandemia, contando com mais de 5 mil mortes da doença. No Rio de Janeiro, foram 411 óbitos em um dia

Apesar disso, a campanha de vacinação ultrapassou 24 milhões de doses aplicadas. Na quinta-feira (01), o país conseguiu aplicar um milhão de doses de vacinas em um dia, alcançando um novo recorde.

LEIA MAIS:

Hospitais se juntam para importar kit intubação

Queiroga diz que evitar lockdown é ‘ordem’ de Bolsonaro, mas população deve colaborar

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você