Ministro do STF, Marco Aurélio Mello, marca aposentadoria para 5 de julho

Ministro enviou ofício à presidência do Supremo formalizando a saída

Por: Marina Correa de Genaro | 30 março - 14:09

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, encaminhou um ofício à presidência da Corte informando que irá se aposentar no dia 5 de julho.

O presidente Jair Bolsonaro irá designar um nome para ocupar a cadeira.

Ministro Marco Aurélio Mello

Foto: prodbdf

Marco Aurélio se aposentaria compulsoriamente no dia 12 de julho, quando completa 75 anos.

O ministro disse esperar que o presidente Jair Bolsonaro não repita a conduta adotada referente aposentadoria do então ministro Celso de Mello. Bolsonaro formalizou a indicação do substituto, Nunes Marques, antes que Celso de Mello deixasse o tribunal.

“Eu espero que o presidente me respeite. Não tem motivo para açodamento. Será que ele já quer me ver pelas costas assim? Eu vou continuar com o mesmo ânimo de sempre até o final”, disse Marco Aurélio.

O ex-ministro Celso de Mello também antecipou sua aposentadoria no fim de 2020.

Marco Aurélio

Marco Aurélio Mello completa 31 anos de STF. Ele chegou no Supremo em 13 de junho de 1990, sendo indicado pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello, seu primo. Ele foi o primeiro integrante da Justiça do Trabalho a atuar na Corte.

O ministro ficou conhecido pelos votos discordantes e também se destacou pelas frases fortes.

Em relação a pandemia, o ministro defendeu que é papel dos governos locais a tomada de medidas para o enfrentamento da crise sanitária, como restrição de locomoção.

LEIA MAIS:

Ministério da Defesa anuncia saída dos comandantes das três Forças Armadas

Novo ministro das Relações Internacionais nunca assumiu uma embaixada

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você