Mais de 400 servidores do Ibama denunciam que as atividades de fiscalização ambientais do órgão estão paralisadas

O documento também afirma que a interrupção se deve a uma ordem conjunta do Ministério do Meio Ambiente, do Ibama e do ICMBio.

Por: Larissa Placca | 20 abril - 23:27

Mais de 400 servidores de carreira do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) denunciaram que todas as atividades de fiscalização de infrações ambientais desenvolvidas pelo órgão estão paralisadas.

O ofício foi assinado e publicado nesta segunda-feira (19), endereçado ao presidente do Ibama, Eduardo Bim.

Operação do Ibama;

Operação do Ibama; Foto: Agência Brasil/Divulgação

O documento também afirma que a interrupção dos serviços se deve a uma ordem conjunta do Ministério do Meio Ambiente, do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), publicada em 12 de abril de 2021.

“(…) Mesmo que o agente constate a infração em flagrante, este não deverá lavrar a multa ou qualquer outro termo e sim emitir um relatório, sendo que não há prazo para emissão da análise deste relatório pela autoridade hierarquicamente superior”, denunciam os servidores.

Será realizado um encontro da cúpula para discutir mudanças climáticas junto líderes, incluindo Bolsonaro, organizada pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

A data anunciada por Biden coincide com o Dia da Terra, 22 de abril, e será antes da cúpula da ONU prevista para novembro. A reunião terá duração total de dois dias e será feita inteiramente no âmbito virtual, por causa da pandemia.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Derek Chauvin, ex-policial acusado de matar George Floyd, é declarado culpado

Deputado Ricardo Barros crítica profissionais da educação ao afirmar que “Só professor não quer trabalhar na pandemia”

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você