Inquérito ‘Moro versus Bolsonaro’ completa hoje um ano com indefinição sobre depoimento

O depoimento do presidente Bolsonaro não ocorreu até hoje

Por: Bianca Antunes | 27 abril - 13:56

O inquérito que investiga interferência indevida do chefe do Executivo na Polícia Federal completa um ano nesta terça-feira (27). A investigação foi aberta a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) após o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro deixar o governo.

Moro saiu do Ministério da Justiça e Segurança Pública acusando o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de tentar interferir na Polícia Federal para obter acesso a informações sigilosas e relatórios de inteligência.

Foto: Divulgação/Agência Brasil

“O presidente me quer fora do cargo”, disse Moro na época. O objetivo do inquérito é apurar se foram cometidos crimes de falsidade ideológica, coação no curso do processo, advocacia administrativa, prevaricação, obstrução de Justiça, corrupção passiva privilegiada, denunciação caluniosa e crime contra a honra.

Assim, o foco das investigações é tanto Bolsonaro quanto Moro. Entretanto, uma das últimas etapas da investigação, que é o depoimento de Bolsonaro, não ocorreu até hoje, porque o plenário do STF tem que decidir se ele deve prestar esclarecimentos pessoalmente ou por escrito.

Prorrogação da análise

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, na última sexta-feira (23) decidiu prorrogar por mais 90 dias a ação que investiga uma suposta tentativa de interferência indevida do presidente Bolsonaro na Polícia Federal.

“Considerando a necessidade de prosseguimento das investigações, a partir do encerramento do julgamento do agravo regimental iniciado pelo Plenário em 08/10/2020, bem como a proximidade do recesso, nos termos previstos no art. 10 do Código de Processo Penal, prorrogo por mais 90 (noventa) dias, contados a partir do encerramento do prazo final anterior (27 de abril), o presente inquérito”, determinou Moraes. Leia mais. 

LEIA TAMBÉM:

STF dá 5 dias para que AGU e PGR se manifestem sobre omissão e indiferença do Governo às mortes pela covid-19

STF nega extensão de prazo para Anvisa avaliar importação da Sputnik V

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você