Governo deve criar até amanhã novo programa de redução de jornada e salário

Programa terá à sua disposição R$ 10 bilhões em créditos extraordinários para subsidiar o valor pago aos trabalhadores que tiveram seus contratos suspensos ou redução de jornada

Por: Sophia Bernardes | 27 abril - 12:28

Até quarta-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro deve editar a Medida Provisória (MP) que permitirá mais uma edição do programa de suspensão de contratos e redução de jornada e salário, chamado de Benefício emergencial (Bem).

Conforme informações divulgadas pelo governo, o programa terá à sua disposição R$ 10 bilhões em créditos extraordinários para subsidiar o valor pago aos trabalhadores que realizaram novos acordos para suspender contratos ou reduzir jornada e salários.

Este programa terá duração prevista de 120 dias, a expectativa no Palácio do Planalto é que a medida seja publicada até amanhã no Diário Oficial da União (DOU), mas há a possibilidade de que ela seja incluída uma edição extra ainda nesta terça-feira.

Foi proposto pela equipe econômica uma alteração nas regras do seguro-desemprego para compensar uma nova rodada do programa. No entanto, a proposta foi barrada pela ala política do governo.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Senador Omar Aziz pretende indicar Renan Calheiros para ser relator da CPI da Covid

onfira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você