Erika Hilton é eleita presidente da Comissão de Direitos Humanos na Câmara de SP

Em 2020, ela se tornou a primeira mulher trans eleita como vereadora na cidade

Por: Murilo Amaral Feijó | 29 março - 16:00

“Espero que a gente consiga fazer, nessa Comissão, um excelente trabalho em defesa dos direitos humanos na cidade de São Paulo”, disse a vereadora Erika Hilton (PSOL), durante sua eleição para a presidência da Comissão Extraordinária de Direitos Humanos e Cidadania, na Câmara Municipal de São Paulo.

Em reunião virtual realizada na última terça-feira (23), os membros da Comissão, até então presidida pelo vereador Eduardo Suplicy (PT), decidiram em consenso eleger Erika Hilton como presidente da comissão e Suplicy como vice-presidente. “Vai ser uma honra trabalhar ao seu lado nessa Comissão”, disse Erika ao novo vice-presidente.

Vereadora Erika Hilton falando ao microfone

Foto: Reprodução/Instagram

Nas redes sociais, a vereadora reafirmou seu posicionamento: “É urgente nos reorganizarmos para, pedagogicamente, contra-atacar e resgatar os valores dos direitos humanos, os direitos universais, a partir da luta concreta da nossa cidade”. Erika ainda disse que criará “mecanismos de prevenção e superação das mazelas e violências contra as maiorias sociais minorizadas”.

Além de Hilton e Suplicy, a comissão também é composta pelos vereadores Paulo Frange (PTB), Sidney Cruz (SOLIDARIEDADE) e Xexéu Tripoli (PSDB).

Na última quinta-feira (25), foi realizada a primeira reunião da Comissão em 2021. A reunião virtual presidida por Erika Hilton aprovou dois requerimentos de audiência pública: a primeira sobre políticas de segurança alimentar na capital, e a segunda sobre “os desafios das(os) trabalhadoras(es) do comércio ambulante”. Ambos os requerimentos foram realizados por Suplicy.

Ao fim da reunião virtual, a vereadora destacou a força da Comissão e disse: “Tenho certeza que, graças ao empenho de vossas excelências, essa Comissão será muito bem-sucedida e que, ao final, nós olharemos para trás com admiração e muito orgulho do trabalho que iremos realizar aqui”.

ELEIÇÃO EM 2020

Nas eleições municipais de 2020, Erika Hilton foi eleita vereadora de São Paulo com mais de 50 mil votos. Ela foi a mulher que mais recebeu votos na cidade e no país, em 2020, além de se tornar a primeira mulher negra e trans eleita para a Câmara Municipal.

Com os votos apurados, a vereadora agradeceu aos eleitores e prometeu uma “política representativa ao extremo, feita para proteger e ampliar os direitos de todes, não de uma minoria privilegiada”.

 LEIA MAIS NOTÍCIAS

Governo Bolsonaro: relembre as ações dos ministros de Saúde

Mourão recebe a primeira dose da vacina contra Covid-19

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: