Embaixador chinês conversa com Itamaraty sobre fala de Guedes e reforça necessidade de “confiança política mútua”

A ligação se deu após o ministro da Economia dizer em reunião que o coronavírus foi “inventado” pelos chineses.

Por: Larissa Placca | 28 abril - 20:45

O embaixador chinês, Yang Wanming, nesta quarta-feira (28) deu informações sobre conversa por telefone com o ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto França.

O diplomata chinês disse que ele e o ministro concordaram em reforçar a “confiança política mútua num ambiente sadio e amigável, implementar os consensos entre os chanceleres” e continuar a parceira de vacinas.

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, em pronunciamento

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, em pronunciamento; Foto: Agência Brasil/Divulgação

A ligação se deu após a fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, dizer em reunião na terça-feira (27), ao afirmar que o coronavírus foi “inventado” pelos chineses e que a vacina do país contra a doença é “menos efetiva” do que o imunizante da Pfizer, dos Estados Unidos.

Em mais de 120 posts, parlamentares criticam Guedes por dizer que a China inventou a covid: ‘fala infeliz’

Guedes não sabia que a reunião do conselho estava sendo gravada e transmitida por redes sociais. Quando foi informado, disse: “Não mandem para o ar.” Leia a matéria completa.

O presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, deputado Fausto Pinato (PP-SP), criticou o discurso do ministro da Economia, Paulo Guedes. Para Pinato, o economista dificulta a relação com o maior parceiro comercial do Brasil e ameaça a importação de insumos para vacinas contra a covid-19. Leia mais.

Fausto Pinato entende, ao provocar a China, Guedes tenta distrair as investigações da CPI da Covid. “É a estratégia de criar polêmica desnecessária e de aumentar a irresponsabilidade com o país”, afirmou.

Nesta quarta-feira (28) o novo ministro das Relações Exteriores, Carlos França, afirmou que a China é um “parceiro-chave” do Brasil no combate à pandemia de covid-19.O ministro deu a declaração em uma audiência da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados. Leia a matéria.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Ex-ministros da Educação assinam manifesto alertando que Inep está “em perigo”

Polícia Civil aguarda perícia de celulares para concluir inquérito do caso Henry Borel

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você